Afiliada da Rede Globo diz que houve “erro de enquadramento”. Caso ganhou repercussão na imprensa especializada nacional.

Ganhou repercussão nacional, na mídia especializada em televisão, o caso das imagens de um cadáver, exibidos ao vivo e sem nenhum filtro pelo Jornal da Manhã de Salvador, exibido a partir das 6h pela TV Bahia, afiliada da Rede Globo. Mesmo a emissora alegando ter sido uma “falha de enquadramento” do câmera, o incidente causou grande mal estar nos corredores da afiliada no Bairro Federação. Foi a primeira vez que o jornalismo da Globo mostrou um cadáver em uma reportagem policial comum, em plena luz do dia: eram 6h49. A imagem do corpo de um homem morto apareceu no vídeo durante 40 segundos, em segundo plano, durante um link ao vivo do repórter Vanderson Nascimento. Assista a cena:

O jornalista praticamente não tinha nenhuma informação, o que reforça a suspeita de “apelo” da imagem. Ele apenas disse que o corpo foi encontrado pela manhã caído na avenida Vasco da Gama e que não aparentava sinais de violência.

Ibope em queda e pressão

Controlada pela família Magalhães, a Rede Bahia está sob forte pressão no Ibope. Há um ano perde para os telejornais diurnos da TV Itapoan, a afiliada da Record. Depois do apagão analógico, em setembro, passou a ficar atrás da rival durante quase todo o dia. Em janeiro, foi derrotada na média das 7h às 17h, por 10,6 a 10,2 pontos. A situação piorou ainda mais em fevereiro, e a afiliada da Globo se viu ameaçada pelo SBT. Em vários horários, como o do Mais Você, tem ficado em terceiro lugar. Na última sexta (23), o Fala Brasil, que compete com o programa de Ana Maria Braga, cravou média de 13,6 pontos em Salvador. No horário, a Rede Bahia deu 3,9, menos da metade do que os desenhos de Silvio Santos (8,5).

Até o Hoje Em Dia, que na Grande São Paulo é terceiro colocado, humilha a Globo baiana, com quase o dobro do ibope do Encontro com Fátima Bernardes. Marcas consagradas como o Globo Esporte, o Jornal Hoje e o Vídeo Show não são páreo para o Balanço Geral Bahia, que registra audiência até 50% maior. A Sessão da Tarde perde para as reprises de novelas da Record. Numa tentativa de mudar esse cenário, a direção da Rede Bahia trocou o comando do jornalismo. Roberto Appel, depois de 15 anos, se aposentou e cedeu o cargo, logo após o Carnaval, para Eurico Meira da Costa, ex-Globo de Santa Catarina. Depois disso, os telejornais locais passaram a investir mais forte em noticiário policial. Procurada, a TV Globo negou que tenha mudado sua linha editorial, que recomenda expressamente que não se mostre imagens de cadáveres. Segundo a cabeça-de-rede, a Rede Bahia afirmou que foi “um erro de enquadramento”. Já a direção da Rede Bahia, não foi localizada. Com informações de Daniel Castro, do Notícias da TV.