Vítima foi identificada como sendo o jovem Rayan Gil Cardozo, de 25 anos. Ele recebeu um tiro na face e o projétil atravessou seu crânio, disse o DPT.

CLIQUE AQUI, imagens fortes.

Na noite desta quarta feira (28), a cidade de Teixeira de Freitas registrou mais um homicídio. Desta vez a vítima foi o gerente do Posto Texas, que foi executado na Rua Mônaco, no Bairro Ulisses Guimarães. Segundo informações, a vítima teria se desentendido com um professor de um escolinha de futebol, que possui um projeto social no Bairro.

Após uma discussão o suspeito teria ido em casa, pego uma arma de fogo e retornado ao local, onde executou a vítima. A vítima é o gerente Rayan Gil Cardozo, 25 anos de idade. Após o crime, o autor fugiu e populares tentaram socorrer a vítima, mas, ele já não apresentava mais sinais vitais. A Central de Polícia Militar foi acionada e informada do caso e uma guarnição esteve no local realizando a confirmação do crime e preservando o local. A Polícia Civil foi informada e o delegado Júlio César Telles esteve no local realizando o levantamento cadavérico.

O delegado solicitou perícia e o perito e coordenador do Departamento de Polícia Técnica, Flávio Sampaio, juntamente com o perito Pablo Bomjardim, esteve no local realizando os trabalhos periciais. Segundo o perito, a vítima foi atingida por um único disparo de arma de fogo, que atingiu a face da vítima e transfixou saindo na nuca.

Após perícia prévia no local e no corpo da vítima, o delegado autorizou remoção e o corpo foi encaminhado para o IML de Teixeira de Freitas, onde na próxima quinta-feira será submetido à necropsia. Foi passado para a Polícia que a motivação do crime seria elogios que o autor estava fazendo a ex-esposa da vítima, o que gerou a discussão e, por fim o crime. A Polícia já tem detalhes da ação e também apreendeu o celular da vítima, que tem parte da discussão. A Polícia Civil já tem dados e até a foto do principal suspeito e guarnições da 87ª CIPM realizam buscas. O delegado ouviu algumas pessoas no Bairro e deverá pedir a prisão preventiva do suspeito. LiberdadeNews.