A Prefeitura de Vitória da Conquista está trabalhando continuamente na revitalização da Praça Vítor Brito e da Avenida Olívia Flores. Cerca de 25 servidores da equipe da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc) estão distribuídos entre os dois locais, dando agilidade ao andamento das reformas.

Na Praça Vítor Brito, a obra está mais da metade executada. As passarelas internas já foram recuperadas e, neste momento, o trabalho está voltado aos trechos do entorno. A calçada de pedra, que era irregular e apresentava dificuldades para locomoção (especialmente para deficientes visuais ou físicos), está sendo trocada por uma de concreto polido e piso tátil, dando mobilidade adequada para toda a população.

Além disso, o espaço ganhará novos bancos, iluminação cênica e melhorias no paisagismo. O monumento da Bíblia, um dos mais importantes de Vitória da Conquista, será restaurado. Haverá ainda replantio de gramado e de árvores ornamentais e criação de espaços de convivência.

Na Avenida Olívia Flores, a troca do trecho do canal de drenagem já foi concluída.  “A drenagem não comportava, em hipótese alguma, uma chuva mínima de 15 milímetros. O que foi feito agora vai comportar um volume maior. Estava sem drenagem, basicamente, um sistema bem deficitário”, afirma o presidente da Emurc, Marcelo Guerra.

Além disso, ele explica que as ruas perpendiculares à Olívia Flores (a exemplo da Rua João Abuchidid, Rua Alberto Leal e Rua Arthur Seixas) receberam as chamadas bocas de lobo, dispositivos para captação de águas pluviais, que serão integrados à rede da Olívia. Dessa forma, a obra de drenagem irá beneficiar toda a região do entorno.

Agora, a equipe está executando o trabalho nas calçadas, que também serão regularizadas para melhor mobilidade da população. O canteiro central da Avenida irá ganhar uma ciclovia, em todo o percurso que vai da AABB até a Coelba. Melhorias no paisagismo e na sinalização horizontal e vertical também estão no planejamento.

De acordo com Guerra, a Prefeitura está trabalhando de forma conjunta com mobilidade e sustentabilidade. “Atendendo ao princípio de ‘Cidade para Pessoas’, que é uma ênfase do governo Herzem Gusmão, a mobilidade entra no sentido de levar para pessoas melhorias aos logradouros da cidade”, reforça.