Um contingente de 10 mil a 12 mil homens das Forças Armadas, Polícias Federal, Civil e Militar, dos Bombeiros e do departamento de trânsito do DF deve realizar a segurança da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, informam pessoas que participam da organização do evento. As informações são da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Na posse de Dilma Rousseff, em 2015, o efetivo foi de 4.000 profissionais. Os números ainda não foram confirmados pelo Gabinete de Segurança Institucional.