A pousada Nova Estância que fica próxima à barragem da Vale, que se rompeu nesta sexta-feira, na região de Brumadinho, foi totalmente destruída com a passagem dos rejeitos de mineração. Segundo um morador da região, entre 20 e 30 pessoas, entre funcionários e hóspedes, estão desaparecidas. O depoimento do bombeiro hidráulico Jéferson Ferreira dos Passos (vídeo acima), 33 anos, é dramático. No vídeo abaixo, morador aponta local onde ficava a pousada:

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

“Minha irmã trabalhava aqui, a sogra dela, colegas nossos da pousada, todos os familiares… Cheguei aqui e me deparei e tentei salvar alguém. Consegui salvar duas vítimas. uma moça quebrou a perna e a outra senhora já estava mais na beirada e coloquei em local mais firme. Depois de uns 40 minutos, o helicóptero chegou. A que quebrou a perna estava deitada e passando lama por cima dela. Ela queria dormir, mas não conseguia dormir. Até o helicóptero chegar eu fiquei acudindo ela. Foi muito difícil. Bem trabalhoso. Tinha eu e um colega meu. Aqui tinha uma pousada, tinha a casa do pessoal que trabalhava na pousada, abaixo tinha outra casa do pessoal da pousada e ao lado uma fazenda. Agora não tem nada. Tem mal mal uma casinha do outro lado, que a lama não passou lá e por isso não levou. Continuamos em busca da minha irmã, de notícias, de alguém que aparecer. A mãe da minha cunhada está desaparecida”.

Em fotos anteriores e posteriores à tragédia é possível observar que o rejeito seguiu um caminho que passa pela pousada Nova Estância. Antes da confirmação da passagem dos rejeitos pelo local, a reportagem do Estado de Minas já havia enviado mensagens à pousada no Whathapp e nenhuma resposta foi enviada. Pelo Facebook também não houve retorno. O telefone do estabelecimento não atendia. Dois moradores da região ouvidos pela reportagem demonstraram preocupação com funcionários e hóspedes da pousada. “Ela fica muito próxima da Vale, cerca de 200 metros. Tentamos contatos com a pousada, mas não conseguimos. Estamos preocupados”, disse Rose de Oliveira, gerente do restaurante Verdes Flores.

Resultado de imagem para pousada nova estância brumadinho

Vinicius Vieira, de 33 anos, auxiliar administrativo do Hotel Fazenda Horizonte Belo, instalado na mesma região, mas em zona fora de perigo, também demonstrou preocupação. “Ela está bem no caminho. Fica muito próxima à barragem. Sei que é uma pousada muito bem freqüentada e cheia. Fica a nossa preocupação com quem trabalha lá e os hóspedes”, disse. A pousada é uma das mais luxuosas da região, tendo recebido famosos nos últimos anos. Um exemplo foi o cantor Caetano Veloso, que ficou no local em 2016. O ator Marcos Veras esteve hospedado em 2018. Na plataforma de reservas Booking.com, a pousada tinha nota 8,8 (Fabuloso). A pousada Fazenda Nova Estância recebia, em especial, turistas que ficam na região para visitar o museu de Inhotim.

Rede “Number One” comunica falecimento do fundador

O professor e empresário Márcio Mascarenhas, dono da Pousada Nova Estância, de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, é uma das vítimas que morreram após rompimento da barragem do Córrego do Feijão. A Rede Number One, fundada por Mascarenhas, confirmou a morte em postagem em uma rede social. O empresário estava na pousada quando a lama de rejeitos da barragem invadiu o local. Outros oito mortes foram confirmadas pelos Bombeiros durante a madrugada deste sábado (26). Segundo o comunicado da Number One, Marcarenhos morreu ao lado da mulher e do filho. Ainda não informações sobre os familiares do empresário.

Resultado de imagem para pousada nova estância brumadinho

Resultado de imagem para pousada nova estância brumadinho

Resultado de imagem para barragem brumadinho

Resultado de imagem para barragem brumadinho

Resultado de imagem para barragem brumadinho

Resultado de imagem para barragem brumadinho

Resultado de imagem para barragem brumadinho