O Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro desta luta está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento da Luta antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos. Em Ibicoara, foi realizada no dia 18, uma passeata realizada pelo CAPS em parceria com as Secretarias de Educação e Saúde, para conscientizar e reforçar o combate a ideia de tratamentos humanizados a pessoas com necessidades de tratamento especializado.