O corpo da jovem que morreu com suspeita de H1N1 em uma viagem ao município de Porto Seguro foi enterrado na tarde desta segunda-feira (15), em Jacareí, no Vale do Paraíba, em São Paulo. Apesar da suspeita, a família de Giovanna Marson, afirma que ela havia se vacinado contra influenza H1N1. Giovanna Marson estava viajando em uma excursão com a turma da escola. Durante o passeio, ela passou mal e foi hospitalizada no sábado (13), mas não resistiu e morreu na madrugada deste domingo (14).

De acordo com a família, antes de ser hospitalizada ela chegou a reclamar de uma tosse forte. A Vigilância Epidemiológica na Bahia informou que o caso é tratado como suspeito e que um laudo para confirmar a causa da morte deve ficar pronto em 48 horas. Em nota, a Prefeitura de Jacareí confirmou a investigação da causa da morte e informou que duas outras estudantes que estavam no passeio seguem internadas no Hospital Luís Eduardo Magalhães por terem mantido contato com Giovanna.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Uma das pacientes internada é uma prima de Giovanna e estava no mesmo quarto que ela. Segundo a Prefeitura de Porto Seguro, as duas pacientes internadas estão com quadro de saúde estável. Segundo o Radar 64, o Colégio COC, onde Giovanna estudava, informou que a excursão não foi organizada pela escola, mas pelos pais dos alunos. Disse ainda que acionou os nove estudantes para comparecerem à Vigilância Epidemiológica para passar por exames. A Forma Turismo, responsável pela viagem, informou que lamenta o ocorrido e que prestou atendimento à vítima e às demais alunas.