Subiu para 12 o número de pessoas mortas após os deslizamentos de barreiras que ocorreram nesta quarta-feira (24), no Grande Recife. Durante a noite, os bombeiros encontraram no bairro de Caetés, em Abreu e Lima, o corpo de Maria Eduarda da Silva Santos, de 21 anos, que estava grávida de 8 meses.

Também morreram quatro pessoas em Olinda e três na capital pernambucana. Maria Eduarda faz parte da família em que outras três pessoas morreram soterradas e uma mulher ficou gravemente ferida. Um vizinho também morreu. O corpo de Maria Eduarda foi encontrado às 23h31, após mais de 16 horas de buscas, realizadas pelo Corpo de Bombeiros com a ajuda de voluntários que moram na comunidade.

Marido de grávida soterrada em Abreu e Lima sobe em retroescavadeira para acompanhar buscas â?? Foto: Danielle Fonseca/TV Globo

O deslizamento de barreira que matou Maria Eduarda ocorreu no bairro de Caetés, durante a madrugada. Também morreram Mariana da Silva Santos, de 18 anos, que foi resgatada com vida, mas morreu no local no deslizamento; o irmão dela, Luiz Eduardo, de 15 anos e o pai deles, Silvano dos Santos, de 49 anos. Em outra casa no mesmo bairro, o desempregado Adalmir Ferreira dos Santos, de 53 anos, estava sozinho quando ocorreu o deslizamento. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele morreu no local. Durante as buscas por Maria Eduarda, o marido dela acompanhou de perto o trabalho dos bombeiros. Apreensivo, Breno José chegou a subir na retroescavadeira, no momento em que a bolsa de bebê da esposa foi encontrada.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Resultado de imagem para Maria Eduarda gravida