Em ação da Comissão de Prerrogativas da OAB – Subseção Vitória da Conquista, foi preso na tarde desta quarta-feira (04) o indivíduo de prenome Carlos Alberto, que se passava por Servidor Público do Estado da Bahia e portava simulacro de arma de fogo. O acusado chegou ameaçar prender um advogado, que logo em seguida acionou o Plantão de Prerrogativas da OAB. A prisão foi feita em flagrante em Banco na Rua Francisco Santos.

A ação foi executada por policiais militares, diante da presença de representantes da Comissão Defesa das Prerrogativas, Naiara Marques, Suilane Novais, Andressa Gusmão, Carlos Neto e da Comissão de Direito Penal, Murilo Rocha. O suspeito foi encaminhado para o Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP), onde foi ouvido e será encaminhado para o Conjunto Penal.

A presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas, Naiara Marques, que acompanhou toda ação, diz que a OAB recebeu uma ligação do Advogado, solicitando a Comissão, em razão de estar sendo ameaçado de prisão por suposto desacato. Ao ser exigido o documento pessoal, foi encontrado com o flagranteado documentos como mandados judiciais com indícios de falsificação, simulacro de arma de fogo, munição, diversos distintivos e cartões de banco com titularidades diferentes. Diante da ocorrência, a Advogada, Membro da Comissão de Prerrogativas da OAB, Suilane Novais deu voz de prisão a Carlos, que foi encaminhado para a delegacia, para lavratura do flagrante. A Carlos Alberto, no entanto, foram imputados os crimes dos artigos 296, parágrafo 1°, III e artigo 328, caput, ambos do CPB e artigo 14 da Lei de Armas. // Ascom-OAB.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook