Com investimentos de R$1,3 milhão, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) colocou em operação, no final de agosto, as redes coletoras de esgoto e as estações de bombeamento que atenderão 700 imóveis nos bairros Recanto das Águas e Espírito Santo, em Vitória da Conquista. Os novos equipamentos contribuem para manter o município entre os mais bem saneados do país e eleva a cobertura do Sistema de Esgotamento Sanitário para aproximadamente 90% da área urbana.

As obras contemplaram a implantação de 4,5 quilômetros de redes, 4,3 quilômetros de ramais (tubulações dos imóveis até a rede principal da rua) e os equipamentos terão capacidade para coletar e transportar até 32 metros cúbicos de esgoto por hora. Além de garantir saúde pública e qualidade de vida, os novos sistemas contribuirão com a proteção ambiental e evitará que a população lance esgoto em córregos e nascentes existentes nestes bairros.

De acordo com o gerente regional da Embasa, Joselito Pires, “o sistema de esgotamento é um equipamento público que foi construído para servir a população, e, por isso, precisa da participação popular para garantir o correto funcionamento”, explica. Para isso, “os usuários não devem lançar lixo, óleo e água das chuvas na rede coletora”, complementa. O Sistema de Esgotamento Sanitário de Vitória da Conquista é constituído por aproximadamente 750 km de rede coletora, 24 estações de bombeamento e a maior estação de tratamento localizada nas regiões Norte/Nordeste do país com capacidade para tratar 533 litros por segundo pelo método de lodo ativado. Esta estação deverá passar por reforma e adequações com investimentos de R$2,5 milhões, cuja licitação para contratação dos serviços será publicada ainda este ano. // Ascom-Embasa.