Um acidente com um ônibus na BR-040, na Serra de Petrópolis (RJ), deixou um homem e uma mulher mortos e mais de 50 feridos por volta das 6h da manhã deste domingo (27). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no km 99, sentido Rio de Janeiro, na altura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ainda segundo a PRF, o ônibus saiu da pista e bateu contra um barranco.

A via chegou a ser totalmente interditada, mas foi liberada parcialmente por volta das 08h49. Segundo a concessionária Concer, a descida da Serra opera em meia pista, sem retenção. Helicópteros do Corpo de Bombeiros e ambulâncias da Concer foram usados para resgatar as vítimas, que foram levadas para os hospitais Moacyr Rodrigues do Carmo e Adão Pereira Nunes, ambos em Duque de Caxias. De acordo com a assessoria do Hospital Moacyr do Carmo, 32 pessoas deram entrada na unidade vítimas do acidente. Dessas, algumas chegaram com ferimentos leves e foram liberadas e outras permanecem internadas.

Outros 24 feridos foram levados para o Hospital Adão Pereira Nunes. Um deles não resistiu e morreu e outras 23 vítimas permanecem internadas. Entre os feridos, estão cinco crianças, uma delas em estado grave. Passageiros do ônibus relataram imprudência e alta velocidade. “Estava sendo imprudente, andando em alta velocidade desde lá de cima, na curva perdeu o freio, quase bateu na mureta, depois bateu no ônibus e aí sim ele colidiu contra a mureta. Estrago feio mesmo”, lamentou Charleson Oliveira, auxiliar de carga.

Ainda de acordo com Charleson, no momento da colisão ele estava acordado, pois estava apreensivo. “A hora que ele não conseguiu fazer a curva e perdeu totalmente o controle do ônibus, bateu no outro ônibus que estava do nosso lado direito, bateu na mureta, nisso eu segurei no banco da frente, pra mim não machucar, só que o banco arrancou com a pancada e eu voei lá pra frente igual a papel”. O jovem Cristiano Tuller, 19 anos , que vinha de Minas Gerais com 18 pessoas, entre amigos e parentes, diz que na hora do acidente as pessoas que estavam atrás foram arremessadas para a frente do veículo e sua prima, que estava em uma das primeiras poltronas do veículo e está em estado grave.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

“Estava todo mundo dormindo e, quando deu umas 5h30, o ônibus deu o primeiro vacilo. Ele virou e quase bateu em um caminhão, um caminhão-pipa. Depois disso todo mundo ficou acordado. Quando foi sete e pouco, na parte mais alta da serra, ele virou com tudo, quase caiu nessa primeira virada. Quando a gente estava descendo, ele perdeu totalmente o freio. Foi na hora que ele esbarrou no outro ônibus e todo mundo foi pra frente. O motorista faleceu e uma das minhas primas está entre a vida e a morte no hospital”, lamentou. O G1 tenta contato com a empresa responsável pelo ônibus.