O cantor e compositor Samuel Rosa, à frente do Skank por 30 anos, vai deixar a banda. A informação foi divulgada pela colunista da “Folha de São Paulo” Mônica Bergamo neste domingo (3). Além disso, o cantor disse que a banda mineira vai, por ora, encerrar as atividades. “É uma parada sem previsão de volta”, disse o vocalista em entrevista a Gabriel Rigoni, colaborador da coluna.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

O cantor justificou sua saída dizendo que porque estava se sentindo cômodo no grupo e que a decisão partiu dele mesmo. A despedida vai ocorrer no ano que vem (2020), quando o grupo sai pelo Brasil com a turnê “30 anos”. “Ainda tenho pretensão de voltar a tocar com o Skank. Vislumbro isso lá na frente. Só que de uma outra forma, em outra circunstância, em algum projeto pontual”, falou ao jornalista.

Resultado de imagem para skank 2019