A comunidade acadêmica da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), unidade de Vitória da Conquista, em sua representação parcial, vem a público manifestar repúdio ao comportamento da direção local em relação a professores, discentes e colaboradores, que vêm sofrendo, cotidianamente, com abuso de autoridade sistemático.
O assédio moral se dá por agressões verbais, perseguição e abuso de poder praticados pela direção, transtornando o ambiente de trabalho, gerando clima de instabilidade, refletindo na saúde emocional e dignidade moral de professores e colaboradores.
Foram várias as tentativas de diálogo no intuito de, civilizadamente, ser encontrada uma uma solução para a problemática. Porém, em todas elas, o diretor se apresentou incapaz de promover uma discussão amigável e, inclusive, profissional.
Destacamos as condutas mais comuns da direção: tem dificultado o trabalho de professores e coordenadores, com decisões autocráticas e centralizadoras; frequentemente, atribui erros imaginários aos docentes e demais profissionais; ignora a presença do professor, além de, muitas vezes, não cumprimentá-lo, ou, ainda, não lhe dirigir a palavra na frente de terceiros, deliberadamente e sem motivo aparente; tem realizado críticas e brincadeiras extremamente descabidas e desrespeitosas ao professor em público; grita, agride com xingamentos e palavrões; tem feito reclamações aos docentes em plena sala de aula, na presença de discentes; tem comprometido a imagem do colega, em sua ausência, por meio de fofocas e adjetivações, além de constantes ameaças e insultos.
Enfim, o corpo profissionais da instituição vem sofrendo com um mocelo de gestão extremamente rude, que desqualifica, desmoraliza e desestabiliza emocional e moralmente, professores e demais colaboradores, tornando o ambiente de trabalho completamente hostil.