Uma mulher de 42 anos foi morta a facadas, no bairro Vila Progresso, nesta quarta-feira (19), em Jundiaí (SP). Segundo a Guarda Municipal, o suspeito, Clayton Ribeiro, de 38 anos, acabou sendo morto por moradores que passavam pelo local e viram o crime. Ainda de acordo com a corporação, a vítima, Adriana Aparecida da Silva, era auxiliar de informática e seguia pelo bairro com uma moto, quando foi abordada pelo homem. Assista a reportagem:

Em seguida, ela foi esfaqueada com pelo menos 18 facadas, segundo a perícia. Adriana não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Na sequência, moradores que presenciaram o crime conseguiram deter o suspeito, que trabalhava como borracheiro. Eles o amarram e o agrediram com socos e chutes. Um vídeo mostra o momento em que o homem foi amarrado. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital. Ainda não há informação se o suspeito conhecia a vítima e a motivação do crime. // TV Tem.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Resultado de imagem para Adriana Aparecida da Silva morta

Resultado de imagem para Adriana Aparecida da Silva morta

Faca usada no crime foi apreendida — Foto: Arquivo Pessoal

Resultado de imagem para Adriana Aparecida da Silva morta