maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 13/maio/2020 . 7:51

Estreia do programa na Melodia FM, Diversidade Imparcial é sucesso de audiência em Vitória da Conquista

No início da tarde dessa segunda feira 11/05 estreou na Melodia FM 87,9 as 14 hs o programa “Diversidade Imparcial”. Coordenado pela ativista Vitória Aparecida que também é fundadora e presidente da ACAEPA (Associação Conquistense Para Atendimento Especialista A Pessoa Autista). A história de Vitória e sua militância se confunde com a história e fundação da ACAEPA que em fevereiro de 2017 abriu suas portas e deu início a essa jornada de busca pela inclusão e atenção das pessoas com autismo.

Vitória em sua caminhada pelas rádios de Conquista para divulgar as demandas da ACAEPA acabou se apaixonando pela magia do rádio, daí nasceu o desejo e o projeto do programa “Diversidade Imparcial” que conta na sua bancada além da comunicativa Vitória Aparecida a brilhante jornalista Maria Carla e o simpático fotógrafo Sergio Novaes, esse trio vai levar aos ouvintes, entretenimento, musica de qualidade, informação, utilidade pública entrevistas e muito mais. Nesse primeiro programa a entrevistada foi Adriana Alves.

Nesse primeiro programa Vitória percebeu a necessidade de alguns ajustes que serão feitos no próximo programa. Participe Watsapp 77-99975-9192.  Galeria

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Tragédia: Mãe e filho morrem de Coronavírus em um intervalo de apenas 12 dias

Uma idosa de 69 anos e o filho dela, Júlio César Maciel de Abreu, de 46 anos, de Ferraz de Vasconcelos, morreram com Covid-19 em um intervalo de 12 dias, entre 24 de abril e 6 de maio. Viviane Cristina da Silva Vital, filha de Maria Helena, afirma houve negligência no caso da mãe, que passou por três hospitais públicos entre março e abril, foi diagnosticada apenas quando pagou por uma consulta e morreu em casa.

Dias depois de perder a mãe, o filho que ajudava a buscar tratamento para ela, foi internado no Hospital de Regional de Ferraz onde morreu. A irmã dele, Viviane, também se contaminou. A Secretaria Estadual de Saúde informou ao G1 que não existe registro de passagem de Maria Helena pelos hospitais da rede em abril. (confira resposta completa abaixo). Segundo a filha, a mãe foi atendida no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, no Hospital Guido Guida em Poá e no Hospital Luzia de Pinho Melo em Mogi das Cruzes. “Em nenhum desses hospitais confirmaram que ela estava com Covid. Só um médico de uma clínica particular de Suzano foi o único que desconfiou. Os outros falavam que estava com problema no coração. Nenhum diagnosticou e nem pediu exame para saber se ela estava com Covid ou não”, relata Viviane que acha que a morte da mãe foi causada por erro médico. Maria Helena deixou o marido, dois filhos e seis netos. Júlio César deixou a esposa e dois filhos.

Peregrinação na rede pública

Viviane conta que a mãe tinha uma tosse forte e tontura e como sempre ia ao hospital para levar o pai com problemas de saúde, em uma dessas consultas ela decidiu levar a mãe. Ela diz que em março esteve com ela no Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, que pertence à rede estadual de saúde. “Chegou lá, o médico disse que tudo que ela sentia era labirintite e deu remédio para isso .” Em abril, Viviane conta que a mãe passou pelo hospital foi o Regional de Ferraz de Vasconcelos, também da rede estadual. A filha conta que o médico pediu um raio-X que mostrou que o pulmão estava limpo. “Mas o médico disse que ela estava com coração grande. E a gente não sabia que ela tinha esse problema. E passou um monte de medicamento e não fazia efeito. A gente achou estranho que o quadro dela estava piorando.” Viviane afirma que a mãe começou a ter tontura, não ficava em pé e começou a ficar fraca. “Levamos ela no hospital de Poá [da rede municipal] e o médico disse que tudo que ela estava sentindo era do coração. Aí ela tomou soro, dipirona para abaixar a dor de cabeça, tomou mais soro para aumentar pressão e Dramin e mandou para casa.” A Secretaria Municipal de Saúde de Poá, responsável pelo hospital do município, disse que foram feitos todos os exames, como raio-x de tórax e eletro, entre outros. “A equipe médica avaliou como diagnóstico de hipotensão e sinusite, e Maria Helena não apresentava nenhum sintoma característico de Covid-19. Foi ministrada a medicação e a paciente foi liberada”, informou. Já a Secretaria Estadual da Saúde, responsável pelos hospitais de Mogi das Cruzes e Ferraz, informou que “não há registro de passagem da Sra. Maria Helena da Silva em nossas unidades no mês de abril. A paciente passou pelos hospitais estaduais no mês de março – dia 13 no Hospital Luzia Pinho de Melo e dia 29 no Hospital Ferraz de Vasconcelos.” Segundo a secretaria, em ambas as ocasiões ela foi avaliada por médico e inclusive passou por exames, como raio-x e eletrocardiograma e não foi constatada nenhuma alteração. “Não havia sintomas de COVID-19 e a paciente foi medicada, orientada e devidamente atendida conforme quadro clínico.”

Atendimento na rede particular

Preocupada com saúde da mãe, no dia 22 de abril Viviane pagou uma consulta com um cardiologista em uma clínica particular de Suzano. “Ele examinou, mediu a temperatura e viu que ela estava com febre. Tudo que ele perguntou para ela, ela respondeu. E ele disse que suspeitava que ela estava com Covid. Ele passou uma medicação e orientou para monitorarmos a febre dela e avisou que se tivesse falta de ar e cansaço para correr com ela para o hospital.” Viviane disse que como após o atendimento na rede pública a mãe passou a madrugada com falta de ar, no dia seguinte voltaram até a clínica paga de Suzano para fazer exames. “Quando o médico foi fazer o exame dela , ele percebeu algo errado ao colocar o aparelho nela. Ele falou que a falta de ar e o cansaço não era do coração que o coração dela estava bom. Ele disse que precisava fazer com urgência o teste do Covid-19. Pagamos na clínica e fizemos o teste. Ele orientou a não ir para o hospital e sim para casa. E mandou voltar 16h, para buscar o exame.” A filha destaca que levou a mãe arrastada para a casa. “Ela estava inquieta e pediu ventilador. De repente começou a tirar a roupa dizendo que estava com calor, mas ela estava gelada.” Viviane conta que colocou o ventilador e deixou a mãe fazendo uma inalação e foi até a clínica com o irmão, Júlio César Maciel de Abreu. Quando chegaram na porta, uma cunhada de Viviane ligou, dizendo que a mãe dela tinha parado de respirar. Como o exame não estava pronto, ela e o irmão voltaram para a casa da mãe. “Quando eu cheguei em casa vi a ambulância do Samu saindo e minha mãe tinha falecido em casa por insuficiência respiratória. Mais tarde, o médico mandou o resultado pelo WhatsApp e deu positivo para Covid-19.”

Contaminação em Família

Viviane não foi ao velório da mãe por se sentir cansada e com a respiração ofegante. O irmão mais velho dela, Júlio César Maciel de Abreu, também relatou para a irmã que não se sentia bem. No dia 27 de abril, ela diz que uma equipe da Vigilância Epidemiológica foi até a casa do pai dela. Os profissionais coletaram algumas informações e orientaram para que todos se isolassem em casa. “No apartamento ficou o meu pai, meu filho e meu irmão mais novo. Meu irmão Júlio teve tosse, perdeu olfato, paladar e me ligava. Isso mexeu com a cabeça dele. Eu dizia que estava fraca sem paladar e olfato, mas dizia para ele que era coisa da nossa cabeça e precisava pegar firme com Deus para ficar bem porque tinha meu pai para cuidar.” Ela conta que no dia 29 de abril, o irmão foi até o Hospital Geral de Guaianases, onde foi atendido. Depois, ele pagou uma consulta com um médico pela internet que receitou um antibiótico. De acordo com a irmã, Júlio César dizia que estava com dor no peito, dor de cabeça. Viviane também continuou se sentindo mal. Ela foi até um posto de saúde e, dias depois, como teve febre de quase 39 graus foi até Hospital Regional de Ferraz.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Brutal: Miss de 22 anos é morta a facadas em condomínio. Ex-namorado é procurado pela Polícia

Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, é apontado pela polícia como o principal suspeito do assassinato da Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, de 22 anos. Ela foi encontrada morta na madrugada desta terça-feira (12) no apartamento do rapaz, no Centro de Manaus. De acordo com a Polícia Civil (PC), Kimberly decidiu terminar o relacionamento de cerca de dois meses com o suspeito. Ele está sendo procurado pela polícia.

A delegada Zandra Ribeiro, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que o suspeito do crime é natural de São Bernardo do Campo (SP) e há pouco tempo morava na capital amazonense. Conforme a delegada, a atual Miss Manicoré teria terminado a relação com o suspeito. Uma amiga da vítima contou à polícia que o namorado buscou a jovem no domingo (10) e a levou até o apartamento dele. “Nós acreditamos que eles tiveram alguma briga, porque eles tinham esse relacionamento que ela pôs fim. E, como ela foi morta a facadas, a gente acredita que realmente houve uma briga entre os dois e que acabou ocorrendo essa tragédia”, disse Ribeiro.

Ainda conforme a delegada, a amiga de Kimberly ligou para o tio com quem a vítima morava e informou que ela havia falecido no apartamento do namorado. O tio acionou a Polícia Militar (PM), que encontrou Kimberly morta com três facadas. A delegada Zandra Ribeiro disse que a amiga que informou sobre a morte de Kimberly é a principal testemunha do caso e ainda está sendo ouvida pela polícia. Na varanda do apartamento do suspeito, a polícia encontrou a faca usada no crime. No local, também foram encontrados os documentos do rapaz e um crachá que aponta que ele é funcionário do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Covid-19: Policlínicas voltam a atender na Bahia. Unidade de Conquista permanece fechada

Imagem

Policlínica de Conquista ainda não possue previsão de reabertura, pois ainda apresenta casos confirmados recentemente, segundo a Sesab.

Na noite desta terça-feira (12), o governador Rui Costa anunciou, durante transmissão ao vivo nas redes sociais, que a reabertura das Policlínicas Regionais de Saúde na Bahia já foi iniciada e ocorre em alinhamento com os gestores municipais. Rui ainda informou que a Policlínica de Barreiras voltou a atender à população nesta terça-feira (12). Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na próxima segunda-feira (18), as unidades de Irecê, Valença, Senhor do Bonfim e Teixeira de Freitas serão reabertas. Esses equipamentos de saúde tiveram o atendimento suspenso como forma de conter o avanço do novo coronavírus na Bahia.

“As policlínicas dependem do Estado e das Prefeituras. Por isso, conversei com todos os presidentes de consórcios que administram essas unidades, sinalizando meu posicionamento para o que o atendimento fosse retomado nesta semana. Algumas unidades terão a sua reabertura postergada diante do cenário do avanço do novo coronavírus. Estamos retomando as atividades para garantir à população o tratamento para outras doenças e que não podem esperar”, explicou o governador. De acordo com a Sesab, para a reabertura das policlínicas, foi estabelecido que as cidades que não tivessem registro de novos casos do coronavírus durante 14 dias poderiam retomar as atividades. As unidades de Jacobina, Juazeiro, Alagoinhas, Itabuna, Jequié, Paulo Afonso e Vitória da Conquista ainda não possuem previsão de reabertura, pois ainda apresentam casos confirmados recentemente. A Bahia possui 16 policlínicas regionais, que atendem cerca de dois milhões de pessoas.

A Sesab também estipulou a testagem das equipes como critério para a reabertura dos serviços e atendimentos das policlínicas. As equipes médicas e de apoio administrativo, incluindo agentes de segurança e motoristas, que atuam nas policlínicas estão sendo submetidos a exames para detecção da Covid-19 e, a cada 15 dias, os exames serão repetidos. Os funcionários que tiverem o diagnóstico confirmado serão afastados por 14 dias. Além dessas ações, para diminuir o risco de contaminação, as unidades deverão reduzir o fluxo de pessoas, manter os assentos das recepções organizados de modo que os pacientes se acomodem intercalados, cumprindo o distanciamento mínimo de 1,5 metro, minimizando o possível contato entre os pacientes. Também será reduzido o acesso de pessoas aos refeitórios simultaneamente para evitar aglomerações, dispondo as cadeiras para uso intercalado, com manutenção do distanciamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Transporte

Os pacientes transportados nos micro-ônibus das policlínicas passarão por uma triagem no seu município de origem antes de entrar no veículo. As pessoas que apresentarem mais de um sintoma compatível com a doença, como temperatura acima de 37.8, não poderão embarcar e serão encaminhadas a uma unidade de referência. A lotação máxima do micro-ônibus será reduzida para 50%. As janelas devem ficar abertas para circulação do ar e o uso do ar-condicionado evitado. Os usuários do veículo devem ficar distantes uns dos outros, de forma que em cada assento duplo permaneça apenas uma pessoa. // Secom-Bahia.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Sudoeste: Jovem portador de necessidade é achado morto, com suspeita de Coronavírus

Um garoto com deficiência física foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (12) no interior de sua residência em Guanambi, no sudoeste da Bahia. A morte do rapaz, que era morador do Residencial Massaranduba, foi confirmada pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Conforme o secretário municipal de Saúde, Manoel Paulo Fraga Rodrigues, o jovem morreu com suspeita de Covid-19, a doença transmitida pelo coronavírus.

Segundo o anúncio oficial feito por Manoel, o corpo já apresentava certa rigidez, o que significa que já havia muito tempo que ele havia falecido. De acordo com o secretário, o jovem é suspeito pelo fato da sua genitora ter acompanhado o companheiro para tratamento em Vitória da Conquista, cidade com vários casos confirmados. “Ela [mãe] estava sendo monitorada pela equipe da secretária, mas isso não quer dizer que ele morreu em decorrência do vírus”, disse Manoel. O material do suspeito foi coletado e encaminhado para análise no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/BA), segundo informou o secretário. // Folha do Vale.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Triste realidade: Vídeo feito por traficantes mostra ex-ator da Globo e da Record em “biqueira”

Vídeo de Eduardo Pires, o professor Vicente, da versão de Rebelde, da Record, viralizou na internet. Criminosos ainda “tiram onda” com ele.

Mais um famoso foi flagrado furando a quarentena e dando mau exemplo nas redes sociais. Dessa vez, um vídeo de Eduardo Pires, o professor Vicente, da versão de Rebelde, da Record, viralizou na internet. Nas imagens, ele aparece ignorando as recomendações de distanciamento social e proteção para visitar conhecidos em uma boca de fumo na Ladeira dos Tabajaras, comunidade localizada em Copacabana, na Zona Sul carioca.

“Tu vai entrar pra boca, parceiro?”, pergunta um dos rapazes que acompanha Eduardo. “Tu vai postar essa p%&#*?”, questiona o ator. “Vou não”, responde o rapaz. Eduardo então tira a roupa e fica sem camisa enquanto outro homem pergunta: “Tu é ator? Da onde?”. Eduardo então responde: “Fui da Globo e da Record”. Em seguida, ele pede um isqueiro emprestado. “Quero gravar fumando”, diz. O vídeo é cortado quando Eduardo se vira para a câmera e se prepara para falar sobre Bolsonaro. Assista:

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Covid-19: Japão aprova Remdesivir para tratamento e libera distribuição em larga escala

Imagem

O ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão, Kato Katsunobu, afirmou hoje (12) que o governo começou a fornecer a recém-aprovada droga Remdesivir a instituições médicas para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus. Nesta terça-feira (12), Kato declarou que a entrega do antiviral fornecido por sua fabricante americana havia sido iniciada no dia anterior.

O Remdesivir é o primeiro medicamento autorizado pelo Japão para o tratamento de pacientes com a covid-19. Sua aprovação foi acelerada na semana passada, após somente três dias de avaliação, depois de a droga ter sido aprovada para uso emergencial nos Estados Unidos. O Ministério da Saúde do Japão planeja administrar o antiviral somente em pacientes com sintomas graves. Segundo o ministro Kato, as autoridades vão checar dados disponíveis online sobre pacientes elegíveis em hospitais para que os suprimentos cheguem adequadamente aos que necessitam do medicamento. // Agência Brasil

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Vitória da Conquista contabiliza 50 casos, 37 curados, 3 internados e 4 óbitos da Coronavírus

Com um novo caso confirmado nesta terça-feira (12), Vitória da Conquista registra 50 pessoas infectadas pelo Novo Coronavírus, até o momento. O número de pacientes curados subiu para 37 e outros nove seguem em recuperação – três estão internados e seis em isolamento domiciliar.

Além disso, foram registrados quatro falecimentos por Covid-19 de pacientes do município. O total de notificações chegou a 846 casos suspeitos de infecção pelo Coronavírus, sendo que 662 casos foram descartados. 134 casos notificados com suspeita ainda estão sob investigação: 58 aguardam resultado laboratorial e 76 aguardam coleta de amostra para exame.

Destes pacientes, sete encontram-se internados, 126 estão em isolamento domiciliar e um foi a óbito no último domingo (10) e aguarda resultado laboratorial da amostra que foi enviada para análise no Laboratório Central de Saúde Pública, em Salvador.

Os pacientes que testaram positivo para Coronavírus são residentes de 19 bairros do município: Pedrinhas, Morada dos Pássaros, Cidade Maravilhosa, Vila América, Centro, Campinhos, Brasil, São Vicente, Patagônia, Recreio, Alto Maron, Urbis VI, Boa Vista, Candeias, Primavera, Lagoa das Flores, Sumaré, Guarani e Santa Cruz.

Desde o dia 20 de março, a transmissão do novo coronavírus é considerada comunitária em todo o território nacional e, por esse motivo, as definições operacionais passaram a ser definidas na Nota Técnica COE Saúde Nº 54 de 8 de abril de 2020, da Secretaria de Saúde do Estado.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem febre de início súbito, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou dificuldade respiratória, na ausência de outro diagnóstico específico.

Em crianças com menos de 2 anos de idade, considera-se também a coriza e a obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.

Contatos: Telefones fixos: (77) 3429-7451/3429-7434/3429-7436

Celulares: (77) 98834-9988/98834-9900/98834-9977/98834-9911 

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »