A médica cubana, Isabel Garcia Vilas Boas, de 51 anos, morreu no município de Miguel Calmon, na Chapada Norte, no bairro Populares, onde residia com seu companheiro na madrugada desta terça-feira (8). Segundo informações, a médica apresentava problemas de saúde, quando foi infectada pelo coronavírus e não resistiu às consequências da Covid-19.

Isabel Garcia veio para o Brasil em 2013, no programa do governo federal ‘Mais Médicos’, que fortaleceu o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Esse programa levou médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais. Isabel Garcia foi médica na cidade de Saúde, e, até o momento de sua morte, trabalhou no município de Serrolândia, também na Chapada Norte, no Programa Saúde da Família do Cinelex. Nota de pesar da Prefeitura de Serrolândia:

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

“Pessoa querida, uma cubana/brasileira que amamos”, desabafa um familiar da vítima da covid-19. O sepultamento da médica aconteceu no início da manhã desta terça-feira (8) na cidade de Miguel Calmon, no cemitério São Miguel Arcanjo. A prefeitura de Serrolândia publicou nota de pesar pela morte da cubana e informou “que as unidades de saúde estarão fechadas, apenas retomando as atividades na quarta-feira [9]. Pedimos a compreensão da população e nos solidarizamos com os familiares e amigos da profissional de saúde que tanto fez em prol da saúde em nossa cidade”, conclui nota. // Jornal da Chapada.