Morreu na manhã desta segunda-feira (8), o cantor e humorista Renato Fechine, de 53 anos. De acordo com informações obtidas pelo BNews, ele faleceu enquanto dormia na casa onde morava em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Em julho do ano passado, Renato sofreu um acidente de moto, no bairro de Vilas do Atlântico, em Lauro de Freitas, após a moto dele cair em um buraco. Em 2018, Fechine foi denunciado pela ex-namorada por agressão física e moral. Alexsandra Nascimento, 43 anos, prestou queixa contra ele à Delegacia Especial de Atenção à Mulher (Deam). Cheia de hematomas, ela chegou a ser atendida no Hospital Geral do Estado. De acordo com a denúncia feita na delegacia especializada, a vítima foi agredida por socos e chutes na região esquerda do rosto. O motivo teria sido ciúmes. Relembre o hit “Bebe Negão”:

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Curta nossa Pagina no Facebook


No mesmo ano, ele ficou internado em uma UTI do Hospital do Aeroporto com Pneumonia e suspeita de contaminação pelo vírus H1N1. Além de cantar e atuar, Fechine também autou compositor, arranjador, instrumentista, produtor musical e radialista. Como guitarrista, ele acompanhou vários artistas como Luiz Caldas, Margarete Menezes, Sara Jane e Ricardo Chaves. Além disso, é autor de vários sucessos de artistas consagrados como Banda Eva, Asa de Águia, É o Tcham, Terra Samba, dentre outros.