julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Brasil’

Região: Identificada a mulher achada morta próximo à BR-116 no Sudoeste baiano

O corpo de uma mulher alvejada com um tiro na cabeça foi localizado pela Polícia Civil nesta segunda-feira (30), às margens rodovia BA-555, que liga a BR-116 à cidade de Lafaiete Coutinho. A vítima Raquel da Conceição Santos, 18 anos teria sido morta com um tiro na cabeça, região do rosto, próximo à orelha esquerda.

CLIQUE AQUI, imagem forte.

Indícios indicam que o crime não ocorreu no local, possivelmente foi desovado na região. A Polícia Civil solicitou a captura de imagens de comércio da entrada de Lafaiete Coutinho, bem como de empresa localizada na referida rodovia. Solicitada imagens à via Bahia da BR-116, próximas ao acesso a Lafaiete Coutinho. A vítima possui três tatuagens, uma no antebraço com o nome de Ana Paula, outra no abdômen escrito Gediane e ao lado do tórax a frase mãe e pai, é morena, cabelos e olhos castanhos e possui 1,90 de altura. O corpo de Raquel foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Jequié. // Blog do Cangussu.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Coronavírus: Morte de maratonista universitário de 26 anos em SP acende sinal de alerta. VÍDEO

O jovem de 26 anos que morreu no sábado (28) em São Paulo com coronavírus tinha como paixão correr curtas distâncias e maratonas. Neste domingo (29), os pais dele estão no hospital com sintomas da doença. Era com um sorriso no rosto e a medalha no peito que Maurício Suzuki comemorava cada conquista. Por telefone, a irmã dele, Simone, contou que o irmão cuidava da saúde e que o rápido avanço da Covid-19 surpreendeu. Assista a reportagem:

“Assustadora e chocante porque não dá tempo de processar”, disse. “Eu e meu esposo tivemos contato direto com ele nesses dias. Ficamos sexta, sábado, domingo, e segunda-feira ele já acordou com falta de ar um pouco mais severa. Para trajetos curtos ele estava ficando bem cansado, então a gente voltou para o hospital”, continuou Simone. No dia 18 de março, Maurício mandou uma mensagem para o chefe dizendo que estava resfriado. No dia seguinte, voltou a procurar o chefe para dizer que tinha sido diagnosticado com o coronavírus, um “quadro leve”.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Coronavírus: Setor varejista dá prazo final para Bolsonaro evitar 600 mil demissões

Mandetta cobra Bolsonaro: ‘Estamos prontos para caminhões do exército levando corpos?’

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresentou hoje possíveis cenários no Brasil para a pandemia do novo coronavírus. E, segundo o jornal O Estado de São Paulo, advertiu o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido): não se trata de uma “gripezinha”. Em reunião com Bolsonaro e outros ministros, Mandetta traçou um paralelo: a morte de mil pessoas no país é equivalente à queda de quatro aviões comerciais de grande porte. Segundo dados divulgados hoje pelo ministério, o Brasil já teve 114 mortes em decorrência da covid-19.

“Estamos preparados para o pior cenário, com caminhões do Exército transportando corpos pelas ruas? Com transmissão ao vivo pela internet?”, questionou Mandetta.

De acordo com o jornal, o ministro pediu a Bolsonaro que crie “um ambiente favorável” para um pacto entre governo federal, estados, municípios e setor privado, em busca de uma ação conjunta contra o coronavírus. O pedido teria como objetivo unificar regras e medidas, colocando critérios científicos sempre como prioridade no controle do contágio. *Uol

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Urgente: Bahia registra primeira morte do coronavírus

Um homem de 74 anos é o primeiro paciente infectado por Covid-19 morto na Bahia. Ele faleceu na noite deste sábado (28) no Hospital da Bahia, em Salvador. SEu estado de saúde era grave desde o início da internação. Ele estava entubado e não resistiu. A informação será divulgada pelo governador Rui Costa ainda na manhã deste domingo (29).Em atualização

Coronavírus: Justiça Federal suspende funcionamento de lotéricas e cultos religiosos no Brasil

Imagem

Decisão desta sexta-feira (27) é da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ). MPF solicitou à Justiça a suspensão das atividades durante pandemia do novo coronavírus.

A Justiça Federal no Rio de Janeiro suspendeu os efeitos do decreto do presidente Jair Bolsonaro definindo como serviço público essencial atividades religiosas e o funcionamento de casas lotéricas. A decisão desta sexta-feira (27) é da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias. A determinação atende a pedido do Ministério Público Federal para que as atividades religiosas e o funcionamento de lotéricas fossem suspensos enquanto durar o período de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus.

“O acesso a igrejas, templos religiosos e lotéricas estimula a aglomeração e circulação de pessoas”, escreveu o juiz federal substituto Márcio Santoro Rocha. Na determinação, o magistrado também ordena que a União “se abstenha de editar novos decretos que tratem de atividades e serviços essenciais sem observar a Lei 7.783/1989 e as recomendações técnicas e científicas dispostas no art. 3º, § 1º da Lei 13.979/2020 sob pena de multa de R$ 100 mil”. A decisão também se estende ao Município de Duque de Caxias, que deverá se abster de tomar qualquer medida que envolva atividades religiosas ou funcionamento de lotéricas. Caso descumpra a ordem, a prefeitura da cidade também será multada em R$ 100 mil.

Tanto o Município de Caxias quanto a União, como previsto na decisão, não podem tomar qualquer medida que contrarie a recomendação de isolamento social da Organização Mundial da Saúde. O magistrado também fixou multa de R$ 100 mil caso essa ordem seja descumprida. Na quinta-feira (26), Bolsonaro editou um decreto tornando essas atividades essenciais em meio à pandemia. Ao encaixá-las nessa categoria, o presidente definiu que elas poderiam continuar em operação mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus. O decreto presidencial, porém, faz uma ressalva em relação aos cultos: segundo o texto publicado no “Diário Oficial da União”, o funcionamento da “atividade religiosa de qualquer natureza” deverá obedecer as “determinações do Ministério da Saúde”. “O decreto coloca em risco a eficácia das medidas de isolamento e achatamento de curva de casos de coronavírus. É necessário conter essa extrapolação atual e assegurar que não sejam editadas medidas ainda mais ampliativas no futuro”, afirmou o procurador da República Julio José Araujo Junior, autor da ação. // G1.

Decisão desta sexta-feira (27) é da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ). MPF solicitou à Justiça a suspensão das atividades durante pandemia do novo coronavírus.

A Justiça Federal no Rio de Janeiro suspendeu os efeitos do decreto do presidente Jair Bolsonaro definindo como serviço público essencial atividades religiosas e o funcionamento de casas lotéricas. A decisão desta sexta-feira (27) é da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias. A determinação atende a pedido do Ministério Público Federal para que as atividades religiosas e o funcionamento de lotéricas fossem suspensos enquanto durar o período de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus.

“O acesso a igrejas, templos religiosos e lotéricas estimula a aglomeração e circulação de pessoas”, escreveu o juiz federal substituto Márcio Santoro Rocha. Na determinação, o magistrado também ordena que a União “se abstenha de editar novos decretos que tratem de atividades e serviços essenciais sem observar a Lei 7.783/1989 e as recomendações técnicas e científicas dispostas no art. 3º, § 1º da Lei 13.979/2020 sob pena de multa de R$ 100 mil”. A decisão também se estende ao Município de Duque de Caxias, que deverá se abster de tomar qualquer medida que envolva atividades religiosas ou funcionamento de lotéricas. Caso descumpra a ordem, a prefeitura da cidade também será multada em R$ 100 mil.

Tanto o Município de Caxias quanto a União, como previsto na decisão, não podem tomar qualquer medida que contrarie a recomendação de isolamento social da Organização Mundial da Saúde. O magistrado também fixou multa de R$ 100 mil caso essa ordem seja descumprida. Na quinta-feira (26), Bolsonaro editou um decreto tornando essas atividades essenciais em meio à pandemia. Ao encaixá-las nessa categoria, o presidente definiu que elas poderiam continuar em operação mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus. O decreto presidencial, porém, faz uma ressalva em relação aos cultos: segundo o texto publicado no “Diário Oficial da União”, o funcionamento da “atividade religiosa de qualquer natureza” deverá obedecer as “determinações do Ministério da Saúde”. “O decreto coloca em risco a eficácia das medidas de isolamento e achatamento de curva de casos de coronavírus. É necessário conter essa extrapolação atual e assegurar que não sejam editadas medidas ainda mais ampliativas no futuro”, afirmou o procurador da República Julio José Araujo Junior, autor da ação. // G1.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Coronavírus: Preta Gil celebra cura, mas faz importante alerta aos fãs sobre o vírus

Preta Gil compartilhou com seus seguidores que recebeu alta após ser diagnosticada com coronavírus. Ao longo dos últimos dias, a cantora relatou nas redes sociais todos os sintomas, seu quadro de saúde e sua rotina diária após testar positivo para a Covid-19. Preta se apresentou no casamento da irmã de Gabriela Pugliesi, na Bahia, em fevereiro.

Dias depois, soube que três convidados da cerimônia haviam sido diagnosticados com coronavírus, incluindo Gabriela. Durante a fase de isolamento, Preta permaneceu em um hotel, em São Paulo. E, nesta quinta-feira (26), ela retornou para sua casa, no Rio de Janeiro, com o marido, Rodrigo Godoy. “A gente vai dormir juntos, na nossa cama”, celebrou Preta. A cantora ainda chamou a atenção de alguns vizinhos.

“Alô, vizinhos, estou curada, não transmito mais, não precisa correr de mim.” Rodrigo, que também aparece no vídeo, entregou: “É, já correram hoje, eu vi”. “É muito feio o preconceito”, seguiu Preta. “E as pessoas, quando souberem que alguém está com corona, não saiam fazendo fofoca. Liga, se solidariza, pergunta se precisa de alguma coisa. Tem que apoiar. Ainda mais as pessoas que não tem tanta estrutura, que não tem os privilégios que eu tenho. Elas vão ter que contar com a boa vontade da família, amigos, vizinhos. Apoiem as pessoas. Elas precisam de amor, carinho, apoio”.

“Não é um vírus qualquer”

Após 14 dias de isolamento social em São Paulo, Preta Gil está curada da covid-19 e foi liberada para voltar a sua casa no Rio de Janeiro. — Foram longos dias de muito aprendizado e preocupações comigo, com o mundo e com os mais próximos. Hoje posso dizer que me sinto mais forte e mais certa de que devemos enfrentar esse vírus com coragem, união e pensamento positivo — disse ela. A cantora também afirmou que é fundamental diminuir o contágio do novo coronavírus no Brasil, porque ainda é o início da epidemia no país. — É muito importante que todos se conscientizem de que não se trata de um vírus qualquer.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

“Coronavoucher” aprovado: Veja quem tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600 mensais

Os trabalhadores informais vão poder receber o auxílio emergencial por três meses de R$ 600,00 e as mães que são chefe de família (família monoparental), duas cotas, no total de R$ 1,2 mil. Chamada de “Coronavoucher” ou coronavale, a medida foi aprovada nesta quinta-feira (26) de forma virtual pelo plenário da Câmara e deverá ser votada na semana que vem pelo Senado, antes de começar a valer.

O auxílio é uma das propostas para minimizar os impactos do coronavírus para a população de baixa renda e deverá beneficiar 24 milhões de brasileiros. Inicialmente o pagamento seria de R$ 200. Após acordo entre a Câmara e o governo federal, o valor passou para R$ 600. A estimativa de impacto prevista pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é de R$ 14,4 bilhões mensais. Enquanto durar a epidemia, o governo federal poderá prorrogar o benefício. Para receber o auxílio, o trabalhador não pode receber aposentadoria, seguro-desemprego ou ser beneficiário de outra ajuda do governo. Também não pode fazer parte de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família. Veja os requisitos para receber o benefício:

– Ser maior de 18 anos de idade;
– Não ter emprego formal;
– Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
– Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
– Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

O interessado deverá cumprir uma dessas condições:

– Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
– Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
– Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
– Ou ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Coronavírus: Dono de afiliada da Rede Globo confirma que se curou usando a “Cloroquina”

Nelson Sirotsky, dono do Grupo RBS (controlador da afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul), fez tratamento do novo coronavírus com um combinado de cloroquina e azitromicina e teve alta do hospital nesta quarta-feira (25). Ele tem 67 anos e, por isso, faz parte do grupo de risco. O uso dessas drogas no combate à doença, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro, é foco de controvérsia entre especialistas.

Sirotsky recebeu o diagnóstico positivo e foi para a emergência do hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, no começo da semana passada. Com sintomas de febre, dor de cabeça, dor no corpo, tosse e indisposição generalizada, segundo conta ao Painel, Sirotsky não tinha falta de ar. Seu médico, Luiz Antônio Nasi, definiu o uso de cloroquina e azitromicina por sete dias. “Até o terceiro ou quarto dia, não senti melhoras, mas também não piorei e não tive falta de ar. Durante o tratamento, recebi também antibióticos para prevenir uma eventual infecção bacteriana. A partir do quinto dia, fui melhorando, me sentindo mais animado e mais disposto”, afirma o empresário. Ele diz que não chegou a ser entubado nem encaminhado à UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

“Ainda não posso afirmar que estou 100% curado. Por se tratar de uma doença até então desconhecida, estou em observação e meu isolamento está mantido por mais sete dias, quando receberei nova orientação médica”, completa. Sirotsky já está em sua residência. Ele é um dos principais sócios e membro do conselho de administração do Grupo RBS. A hidroxicloroquina entrou no debate da pandemia de coronavírus desde que o presidente americano Donald Trump levantou a possibilidade de o remédio ser eficaz para a Covid-19, no dia 19 de março. A fala provocou corrida às farmácias, deixou pacientes sem o medicamento e levou a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a proibir a exportação e a venda sem receita no Brasil. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, tem lidado com o assunto com cautela.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Serviço essencial: Bolsonaro cria barreira para impedir proibição de cultos religiosos

O presidente Jair Bolsonaro publicou um decreto autorizando, entre outras coisas, atividades religiosas e o funcionamento de casas lotéricas em meio a crise da covid-19. Segundo o texto publicado no “Diário Oficial”, as atividades religiosas deverão obedecer determinações do Ministério da Saúde. Nos últimos dias, alguns dos principais líderes de igrejas evangélicas neopentecostais protestaram de forma enfática contra as determinações de quarentena.

Alguns chegaram a minimizar os riscos do coronavírus. Os líderes da Igreja Universal, Edir Macedo, e da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia, foram dois deles. Ambos apoiadores de Bolsonaro desde a campanha de 2018. À TV Globo, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) informou que a tendência é que as igrejas católicas continuem abertas, sem restrições para entrada de fiéis, mas sem a realização de missas. O decreto de hoje também classifica como essenciais, entre outros, os serviços de geração e transmissão de energia, produção de petróleo, pesquisas científicas e laboratoriais e atividades médico-periciais. // O Globo.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook