março 2020
D S T Q Q S S
« fev    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Brasil’

Após cancelar Bem Estar, Globo tira Encontro e Vídeo Show do ar na Bahia

Além da retirada do Bem Estar do ar na Rede Bahia, a Globo vai tirar o Encontro e o Vídeo Show da programação da emissora assim que acabar o horário de verão. O objetivo é bater de frente com os programas regionais das concorrentes.

De acordo com o notícias da TV, o Bom Dia Brasil também vai perder espaço para uma versão estendida do Jornal da Manhã. Atualmente, as afiliadas têm direito a apenas três horários para produções locais de segunda a sexta-feira: das 6h às 7h30; das 11h45 às 13h20; e das 19h15 às 19h30. Nos sábados, podem ocupar duas faixas, a das 6h às 9h e das 14h às 14h50, e nos domingos, das 6h às 8h.

Para a direção da Rede Bahia, os matinais são os principais responsáveis pela crise da emissora no Ibope. O desempenho fraco afeta o Bahia Meio-Dia, que não consegue performar bem.

Após o resultado positivo, depois do corte de 15 minutos do Encontro, a Globo concedeu mais espaço para a produção local. A partir da próxima segunda-feira, o Bahia Meio-Dia entrará no ar às 11h30 e o Encontro irá ao ar às 10h20, após o Mais Você.

Ainda de acordo com a publicação, a afiliada da Globo desenvolve uma revista eletrônica própria para o espaço atualmente ocupado pelo Vídeo Show. A apresentação será de Camila Marinho, ex-BATV.

TSE nega pedido de registro de novo partido

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou hoje (22) o pedido de registro de uma nova legenda, o Partido Reformista Democrático (PRD). Na avaliação do plenário, os responsáveis pelo pedido de formação do PRD não cumpriram as exigências legais necessárias para a legalização da associação.

Segundo os magistrados, os proponentes não conseguiram mostrar o “caráter nacional”, por não terem juntado, no momento do pedido, o número de assinaturas de apoio mínimas previsto na legislação, de pelo menos 0,5% dos votos dados na eleição para a Câmara dos Deputados.

Pela legislação eleitoral, para que seja registrada e reconhecida legalmente uma legenda, é preciso que esta arregimente não apenas os 0,5% dos votos válidos para a Câmara, mas também manifestações de apoio em pelo menos um terço das unidades da Federação (o que equivale, hoje, a nove estados) com pelo menos 0,1% dos votantes em cada um desses locais.

O partido chegou a solicitar mais tempo para juntar novas declarações de apoio e cumprir o exigido por lei. No entanto, na sessão do plenário, os magistrados entenderam que esse tipo de prorrogação não interfere no processo, valendo para efeitos de análise as assinaturas apresentadas no momento do pedido de registro.

No mundo, quase 10 milhões não sabem que foram contaminadas pelo HIV

Apesar da queda no número de casos de aids no mundo, 9,4 milhões de pessoas continuam sem saber que estão contaminadas, apontam dados divulgados hoje (22) pela UNAaids.

Segundo a entidade, 75% das pessoas vivendo com o vírus do HIV hoje tem conhecimento da doença. Em 2015, a taxa de pessoas que sabia da condição era de apenas 67%.

No Brasil, a estimativa é de que taxa de pessoas contaminadas que desconhecem sua situação é de aproximadamente 15% do total da população com o vírus do HIV.

Entre 2015 e 2017, o número de pessoas que tinham acesso à terapia saltou de 17 milhões 21,7 milhões de pessoas, cerca de 60% de todas as pessoas contaminadas.

De 2000 para 2017, as mortes pela doenças passaram de 1,5 milhão por ano para 940 mil. No mesmo período, a quantidade de casos identificados no mundo caiu de 2,8 milhões para 1,8 milhão. Com o resultado, o número de pessoas vivendo com o vírus atingiu 36,9 milhões.

Ministério da Educação divulga regras e datas do Sisu 2019

O Ministério da Educação publicou nesta quinta-feira (22/11) as regras da edição do primeiro semestre de 2019 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2019. O documento, que foi publicado no Diário Oficial da União, também informa as datas de inscrições e resultado.

As inscrições para o Sisu 2019/1 ficarão abertas entre os dias 22 e 25 de janeiro. O sistema continuará divulgando apenas uma chamada regular, que será no dia 28 de janeiro.

Os selecionados na chamada regular do Sisu 2019/1 deverão efetuar matrícula nas instituições de ensino superior públicas entre os dias 30 de janeiro e 4 de fevereiro.

Poderão participar os estudantes que fizeram as provas do Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na redação. O resultado do Enem 2018 será divulgado no dia 18 de janeiro.

Os candidatos poderão escolher até duas opções de vaga, indicando, em ordem de preferência, as suas opções de instituição, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência.

Cronograma Sisu 2019/1

Inscrições: 22 a 25 de janeiro
Resultado: 29 de janeiro
Matrículas: 30 de janeiro a 4 de fevereiro

Brasileiros aproveitam Black Friday para antecipar compras de natal

Há poucos dias da Black Friday 2018, o comércio brasileiro começa a perceber a movimentação dos consumidores. Muitos brasileiros já estão acompanhando os preços dos produtos que desejam adquirir.

De acordo com pesquisa da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), em parceria com a Ferraz Pesquisa de Mercado, aproximadamente 37% das compras da Black Friday são antecipação para o Natal.

Segundo a pesquisa, os itens mais desejados são eletrônicos (68%), Eletrodomésticos (50%) e Vestuários (49%). Seguida de livros (26%); serviços/ produtos de beleza (24%); viagens/ passagens aéreas (18%); games (18%); artigos esportivos (16%); cupons promocionais (14%); e carro e moto/ artigos para carro e moto (6%). Já os que vão presentear, preferem optar por Vestuários (53%), Eletrônicos (44%) e Livros (39%).

Vale destacar o crescimento do segmento de viagens. Muitos brasileiros esperam a data para aproveitar a black Friday passagens e conseguir preços mais atrativos para destinos nacionais e internacionais.

Segundo estudo do Ebit, o comércio eletrônico deve faturar R$ 2,43 bilhões durante a Black Friday de 2018, alta de 15% na comparação com o ano passado. O gasto médio será de R$ 1.283,00. Em 2017, o gasto médio dos consumidores na data (soma de compras online e off-line) foi de R$ 1.178, segundo o Ebit.

A pesquisa online da SBVC consultou 403 consumidores, em quatro Estados (Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul) e no Distrito Federal, entre os dias 10 e 21 de setembro.

Cerca de 7 milhões de pessoas foram vítimas de fraudes no Brasil no último ano, aponta SPC

Pelo menos 7,8 milhões de brasileiros foram vítimas de fraude nos últimos 12 meses de acordo com um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Os dados apontam que a maior parte das ocorrências (41%) está ligada à clonagem de cartões de crédito.

Entre os golpes mais comuns está o uso indevido do nome para contratação de empréstimos (12%), falsificação de documentos para abertura de crediário (10%) e pagamento de boletos falsos (10%), e há ainda pessoas que foram vítimas de clonagem de cartão de débito (7%), falsificação de cheque (7%) e clonagem da placa de veículo (7%).

O SPC aponta ainda que além dos prejuízos financeiros e constrangimento, o consumidor sofre com o tempo gasto para resolver os processos burocráticos para regularizar sua situação, como comprovar que não realizou compras indevidas ou resolver uma possível negativação do CPF.

Portaria para placas padrão Mercosul poderá provocar fechamento de emplacadoras na Bahia

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

A portaria que prevê a confecção das placas padrão Mercosul está gerando muitos transtornos às empresas do segmento na Bahia. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o Presidente da Associação dos Estampadores de Placas do Estado da Bahia, George Lelis, explicou que a portaria foi publicada no dia 30 de outubro para ser cumprida no dia 1º de dezembro. Segundo ele, um período muito curto para cumprimento de todos os requisitos, impossibilitando os estampadores da Bahia de se credenciarem junto ao Detran. Na Bahia, até o momento, apenas 10 empresas, de um total de 216, fizeram o credenciamento nacional no Denatran. “É impossível cumprir essa portaria até o dia 1º de dezembro”, destacou. Lelis informou ainda que, na Bahia, a portaria é bastante complexa, com vários requisitos, enquanto, em contrapartida, a portaria do Paraná, por exemplo, é bem simples. “Nós, estampadores que temos 20, 30 anos de empresa, vamos perder tudo e começar do zero. É um novo credenciamento”, criticou. O presidente afirmou também que, se no dia 1º de dezembro apareceram empresas do ramo em condições de trabalhar, é porque tiveram informações privilegiadas, haja vista que não há tempo hábil para se adequar a todas as exigências. A associação cobra um tempo maior para essa adequação, além da revisão de alguns itens, considerados pelo presidente uma “aberração”. “Queremos uma segurança jurídica de que a gente vai cumprir todas as etapas classificatórias e que a gente continue no mercado”, finalizou.

VÍDEO: Lava-Jato libera íntegra do depoimento de Lula, marcado por momentos tensos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi interrogado nesta quarta-feira, 14, no processo da Operação Lava Jato que investiga se ele recebeu cerca de 1 milhão de reais em propina das empreiteiras Odebrecht e OAS e do pecuarista José Carlos Bumlai por meio de reformas e obras de benfeitoria em um sítio em Atibaia (SP), frequentado por ele e sua família. Segundo a Veja, preso há pouco mais de sete meses em Curitiba para cumprir pena no processo do tríplex do Guarujá, Lula é réu pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do sítio. Alguns momentos foram tensos. Veja abaixo a íntegra do depoimento do ex-presidente à juíza federal substituta Gabriela Hardt:

:: LEIA MAIS »

Brasil: Alegando declarações “ameaçadoras” de Bolsonaro, Cuba anuncia saída do “Mais Médicos”

O governo de Cuba informou nesta quarta-feira (14) que decidiu sair do programa social Mais Médicos, citando “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente eleito Bolsonaro à presença dos médicos cubanos no Brasil. O país enviou profissionais para atuar no Brasil desde 2013, quando o governo da então presidente Dilma Rousseff criou o programa para atender regiões carentes sem cobertura médica. “O Ministério da Saúde Pública de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do Programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Pan-Americana de Saúde [OPAS] e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam a iniciativa”, diz a nota do governo.

O comunicado não diz a data em que os médicos cubanos deixarão de trabalhar no programa. A OPAS disse que foi comunicada da decisão, sem dar mais detalhes: “Cuba comunicou à Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos e a OPAS comunicou a decisão ao Ministério da Saúde do Brasil”, disse em nota enviada ao G1. Em agosto, ainda em campanha, Bolsonaro declarou que ele “expulsaria” os médicos cubanos do Brasil com base no exame de revalidação de diploma de médicos formados no exterior, o Revalida. A promessa também estava em seu plano de governo. Fora do Mais Médicos, os formados no exterior não podem atuar na medicina brasileira sem a aprovação no Revalida. Mas no caso do programa federal, todos os estrangeiros participantes têm autorização de atuar no Brasil mesmo sem ter se submetido ao exame.

“Nós juntos temos como fazer o Brasil melhor para todos e não para grupelhos que se apoderaram do poder e [há] mais de 20 anos nos assaltam e cada vez mais tendo levado para um caminho que nós não queremos. Vamos botar um ponto final do Foro de São Paulo. Vamos expulsar com o Revalida os cubanos do Brasil”, declarou Bolsonaro em pronunciamento realizado em Presidente Prudente (SP). “Qualquer estrangeiro vindo trabalhar aqui na área de medicina tem que aplicar o Revalida. Se você for pra qualquer país do mundo, também. Nós não podemos botar gente de Cuba aqui sem o mínimo de comprovação de que eles realmente saibam o exercício da profissão. Você não pode, só porque o pobre que é atendido por eles, botar pessoas que talvez não tenham qualificação para tal”, justificou.

Após a decisão do governo cubano, se manifestou pelo Twitter dizendo: “Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou.” Em novembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) validou o Mais Médicos e autorizou a dispensa da validação de diploma de estrangeiros ao julgar ações que questionavam pontos do programa federal, como acordo que paga salários mais baixos para médicos cubanos. A atuação dos médicos cubanos no Brasil gera polêmica desde a criação do Mais Médicos. No entanto, o programa contrata profissionais de várias nacionalidades, e não apenas cubanos. No Mais Médicos, pouco mais da metade – 8.556 dos 16.707 participantes – vêm da ilha caribenha, de acordo com dados obtidos pelo G1. Todos os profissionais, independentemente do país de origem, precisam ter diploma de medicina expedido por instituição de ensino superior estrangeira, habilitação para o exercício da profissão no país de origem e ter conhecimento de língua portuguesa, regras de organização do SUS e de protocolos e diretrizes clínicas de atenção básica.

Conquista destaque nacional: Estudante FAINOR apresenta trabalho em Congresso Intercontinental

O estudante do curso de Direito da FAINOR, Bruno Paes, teve sua pesquisa aprovada entre as 10 melhores no VI Congresso Intercontinental de Direito Civil, realizado na cidade de Fortaleza, Ceará, no final de outubro. Simultaneamente, o estudante também participou do VI Congresso do Instituto Brasileiro de Direito Civil.

“No Congresso Intercontinental de Direito Civil os 10 melhores trabalhos foram aprovados com louvor. Fico feliz de que o meu está entre eles. Inclusive, recebi os cumprimentos da ministra Carmen Lucia e do ministro Edson Fachin”, comemora Bruno Paes. O futuro bacharel apresentou a pesquisa “A Dupla Paternidade e suas Repercussões no Direito Civil”. A pesquisa foi orientada pela professora Ricelle Brandão, vice-coordenadora do curso de Direito da FAINOR.

O Congresso Intercontinental de Direito Civil é um evento consagrado no calendário jurídico nacional e internacional. Este ano, o encontro comemorou os 15 anos do Código Civil Brasileiro.