abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘Brasil’

VÍDEO: Lava-Jato libera íntegra do depoimento de Lula, marcado por momentos tensos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi interrogado nesta quarta-feira, 14, no processo da Operação Lava Jato que investiga se ele recebeu cerca de 1 milhão de reais em propina das empreiteiras Odebrecht e OAS e do pecuarista José Carlos Bumlai por meio de reformas e obras de benfeitoria em um sítio em Atibaia (SP), frequentado por ele e sua família. Segundo a Veja, preso há pouco mais de sete meses em Curitiba para cumprir pena no processo do tríplex do Guarujá, Lula é réu pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do sítio. Alguns momentos foram tensos. Veja abaixo a íntegra do depoimento do ex-presidente à juíza federal substituta Gabriela Hardt:

:: LEIA MAIS »

Brasil: Alegando declarações “ameaçadoras” de Bolsonaro, Cuba anuncia saída do “Mais Médicos”

O governo de Cuba informou nesta quarta-feira (14) que decidiu sair do programa social Mais Médicos, citando “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente eleito Bolsonaro à presença dos médicos cubanos no Brasil. O país enviou profissionais para atuar no Brasil desde 2013, quando o governo da então presidente Dilma Rousseff criou o programa para atender regiões carentes sem cobertura médica. “O Ministério da Saúde Pública de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do Programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Pan-Americana de Saúde [OPAS] e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam a iniciativa”, diz a nota do governo.

O comunicado não diz a data em que os médicos cubanos deixarão de trabalhar no programa. A OPAS disse que foi comunicada da decisão, sem dar mais detalhes: “Cuba comunicou à Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos e a OPAS comunicou a decisão ao Ministério da Saúde do Brasil”, disse em nota enviada ao G1. Em agosto, ainda em campanha, Bolsonaro declarou que ele “expulsaria” os médicos cubanos do Brasil com base no exame de revalidação de diploma de médicos formados no exterior, o Revalida. A promessa também estava em seu plano de governo. Fora do Mais Médicos, os formados no exterior não podem atuar na medicina brasileira sem a aprovação no Revalida. Mas no caso do programa federal, todos os estrangeiros participantes têm autorização de atuar no Brasil mesmo sem ter se submetido ao exame.

“Nós juntos temos como fazer o Brasil melhor para todos e não para grupelhos que se apoderaram do poder e [há] mais de 20 anos nos assaltam e cada vez mais tendo levado para um caminho que nós não queremos. Vamos botar um ponto final do Foro de São Paulo. Vamos expulsar com o Revalida os cubanos do Brasil”, declarou Bolsonaro em pronunciamento realizado em Presidente Prudente (SP). “Qualquer estrangeiro vindo trabalhar aqui na área de medicina tem que aplicar o Revalida. Se você for pra qualquer país do mundo, também. Nós não podemos botar gente de Cuba aqui sem o mínimo de comprovação de que eles realmente saibam o exercício da profissão. Você não pode, só porque o pobre que é atendido por eles, botar pessoas que talvez não tenham qualificação para tal”, justificou.

Após a decisão do governo cubano, se manifestou pelo Twitter dizendo: “Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou.” Em novembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) validou o Mais Médicos e autorizou a dispensa da validação de diploma de estrangeiros ao julgar ações que questionavam pontos do programa federal, como acordo que paga salários mais baixos para médicos cubanos. A atuação dos médicos cubanos no Brasil gera polêmica desde a criação do Mais Médicos. No entanto, o programa contrata profissionais de várias nacionalidades, e não apenas cubanos. No Mais Médicos, pouco mais da metade – 8.556 dos 16.707 participantes – vêm da ilha caribenha, de acordo com dados obtidos pelo G1. Todos os profissionais, independentemente do país de origem, precisam ter diploma de medicina expedido por instituição de ensino superior estrangeira, habilitação para o exercício da profissão no país de origem e ter conhecimento de língua portuguesa, regras de organização do SUS e de protocolos e diretrizes clínicas de atenção básica.

Conquista destaque nacional: Estudante FAINOR apresenta trabalho em Congresso Intercontinental

O estudante do curso de Direito da FAINOR, Bruno Paes, teve sua pesquisa aprovada entre as 10 melhores no VI Congresso Intercontinental de Direito Civil, realizado na cidade de Fortaleza, Ceará, no final de outubro. Simultaneamente, o estudante também participou do VI Congresso do Instituto Brasileiro de Direito Civil.

“No Congresso Intercontinental de Direito Civil os 10 melhores trabalhos foram aprovados com louvor. Fico feliz de que o meu está entre eles. Inclusive, recebi os cumprimentos da ministra Carmen Lucia e do ministro Edson Fachin”, comemora Bruno Paes. O futuro bacharel apresentou a pesquisa “A Dupla Paternidade e suas Repercussões no Direito Civil”. A pesquisa foi orientada pela professora Ricelle Brandão, vice-coordenadora do curso de Direito da FAINOR.

O Congresso Intercontinental de Direito Civil é um evento consagrado no calendário jurídico nacional e internacional. Este ano, o encontro comemorou os 15 anos do Código Civil Brasileiro.

Jornalista conquistense condena comportamento de Silvio Santos com Cláudia Leitte: “Ele foi inconsequente”; confira

A cantora Claudia Leitte utilizou suas redes sociais, na manhã da última segunda-feira (12), para desabafar. A artista fez um longo texto explicando como se sentiu após ser assediada pelo apresentador Silvio Santos durante participação no Teleton, no último sábado (10). “Senti-me constrangida sim! Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo. A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal!”, iniciou.

No programa Redação Brasil, da Rádio Brasil FM desta terça-feira (13), a jornalista conquistense Luciana Nery comentou a situação e lamentou o comportamento do apresentador. “Ele já fez isso outras vezes, com outras mulheres. Foi inconsequente”, disparou a comunicadora, que sempre tem opiniões bem posicionadas nesse tipo de assunto.

:: LEIA MAIS »

Preço da gasolina é reduzido em 1,32% nas refinarias

Resultado de imagem para Preço da gasolina é reduzido em 1,32% nas refinarias

Foi anunciada pela Petrobras nesta sexta-feira (09),  a quinta redução consecutiva nesta semana do preço da gasolina em suas refinarias. O índice anunciado foi de -1,32%. Com isso, o litro do combustível passará de R$ 1,6958, cobrado hoje, para R$ 1,6734, a partir de amanhã (10), ou seja, uma redução de dois centavos.

Desde o início da semana, quando o litro do combustível era vendido a R$ 1,8466, a gasolina já acumula queda de preço de 9,38% (17 centavos).

Essa também foi a 16ª queda consecutiva no preço da gasolina desde 25 de setembro, quando atingiu o valor de R$ 2,2514 por litro. Desde então, o combustível já acumula redução de 25,67%, ou seja, 58 centavos.

Em Brasília: Bolsonaro vai abrir “caixa-preta” do BNDES

Foto: Cleia Viana | Câmara dos Deputados

O presidente eleito Jair Messias Bolsonaro reiterou nessa quinta-feira (8) a determinação de abrir os sigilos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tão logo assuma o governo em janeiro. Nas redes sociais, ele usou a expressão “abrir a caixa-preta”,que, segundo o presidente eleito, é um “anseio” dos brasileiros. “Firmo o compromisso de iniciar o meu mandato determinado a abrir a caixa-preta do BNDES e revelar ao povo brasileiro o que foi feito com seu dinheiro nos últimos anos. Acredito que esse é um anseio de todos”, escreveu Bolsonaro, no Twitter. Quarta-feira (7), o presidente eleito afirmou que essa é uma prioridade para ele. “Vamos abrir todos os sigilos do BNDES, sem exceção. É o dinheiro do povo e nós temos que saber onde está sendo usado.” O BNDES foi alvo de investigações da Polícia Federal, que indiciou os ex-ministros Guido Mantega e Antônio Palocci, o ex-presidente da instituição Luciano Coutinho, além do empresário Joesley Batista, da JBS, por suspeitas de operações ilícitas.

Sergio Moro aceita convite e será novo ministro da Justiça

Resultado de imagem para Sergio Moro aceita convite e será novo ministro da Justiça

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato em Curitiba, aceitou nesta quinta-feira assumir o Ministério da Justiça no governo de Jair Bolsonaro. O magistrado se reuniu por quase duas horas com o presidente eleito em um condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Com a decisão, Moro vai se afastar imediatamente dos processos relacionados ao escândalo do corrupção na Petrobras. A juíza substituta Gabriela Hardt, que na Lava-Jato determinou a prisão do ex-ministro José Dirceu, assume temporariamente os casos.

“Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Apos reunião pessoal na qual foram discutidas politicas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura.

No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava-Jato seguirá em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes”, disse o juiz em nota.

Nos últimos dias, Moro ouviu ponderações sobre os prós e contras de assumir um cargo executivo. Além de ter de deixar a magistratura – o que deverá ser concluído nos próximos meses – o juiz terá de lidar com o discurso de petistas de que suas sentenças no petrolão – que até o momento foram responsáveis por 215 condenações contra 140 pessoas – tiveram viés político.

A narrativa do PT tende a ser potencializada com a proximidade da conclusão do processo em que o ex-presidente Lula é acusado de ter recebido um terreno e um apartamento como propina da empreiteira Odebrecht. Dentro de duas semanas, o ex-presidente deveria ficar cara a cara com o juiz durante depoimento em que Lula é acusado de ter sido beneficiado pelas empreiteiras OAS e Odebrecht com reformas em um sítio em Atibaia. Com a decisão de Moro de se tornar ministro, o magistrado não vai mais tomar o depoimento do petista.  [Fonte Veja Abril]

Empresário é preso após confessar matar jogador Daniel: “Ele tentou estuprar minha esposa”

O suspeito de matar o ex-jogador do Coritiba Daniel foi preso na manhã desta quinta-feira (1º) em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A filha e a esposa do empresário, de 38 anos, também foram presas.

“Trata-se de um pai de família que se viu na contingência de ter que reagir a um estupro que estava ocorrendo conta a mulher dele. A mulher gritou por socorro. Ele arrombou a porta, e esse indivíduo estava em cima da mulher dele tentando estuprar essa mulher”, afirmou o advogado Cláudio Delladone, que defende o suspeito Edson Brittes Júnior e a esposa.

A prisão do suspeito ocorreu na casa onde ele mora. De acordo com o advogado, a prisão é temporária.

O crime

Edson afirmou que matou Daniel porque o flagrou tentando estuprar sua mulher. Três amigos da família também são investigados por suposta participação no crime.

Na noite do crime, Edson e a família estavam na festa de 18 anos da filha, em uma casa noturna de Curitiba. Depois, Allana convidou um grupo de 8 amigos para seguir a comemoração em sua casa. Daniel estava entre os que foram com a jovem. A mãe de Allana, Cristina, não se sentia bem e resolveu se deitar para dormir enquanto a festa seguia na casa.

“E de repente, uns 40 minutos que eles tinham chego, eu escuto gritos. ‘Socorro, socorro, socorro’. Quando cheguei no meu quarto, fui forçar a porta, a porta fechada. ‘Meu Deus, a Cris não fecha a porta’. Peguei e dei uma ombrada, arrombei a porta. Quando eu me deparo, Daniel está em cima dela, tentando estuprar a minha mulher. Eu saí de mim. Fiquei desesperado”, afirmou Edson em entrevista à Globo.

Edson confessa que agrediu Daniel por cerca de cinco minutos com ajuda de amigos e depois colocou a vítima no porta-malas do carro, sem saber se ele ainda estava acordado. Questionado se assassinou o jovem, ele afirma que sim, usando uma faca – o corpo do jogador tinha sinais de tortura e marcas de faca no corpo. “Eu não pensava em nada. Eu tinha uma faca no carro, uma faca pequena, que eu usava no carro, que fica junto com as ferramentas no porta-malas. Eu não sabia que eu ia fazer aquilo, eu estava desesperado, fora de mim. Olhei no porta-malas e vi o que tinha”, afirma. Ele diz que os amigos tentaram impedi-lo de cometer o crime, mas ele estava muito alterado.

Uma testemunha que também estava na festa relembrou o que viu: “O rapaz que veio a óbito estava apanhando muito. No que tiraram ele do quarto, jogaram ele pra fora da garagem e aí continuaram a espancar ele”.

Em mensagens trocadas com amigos, Daniel contou que estava em uma balada e que seguiu para a casa de uma menina depois. “Posso dormir aqui, tem várias ‘mina’ espalhada”, diz uma das mensagens de Daniel.

Ele enviou a um colega uma foto de Cristina Brittes dormindo. O amigo pergunta se ele faria sexo com a mulher e Daniel diz que sim. O amigo então quer saber se ele faria com Cristina acordada ou dormindo, mas não houve mais resposta. Essa foi uma das últimas interações de Daniel antes de ser morto.

O advogado de Edson afirma que ele cometeu o crime sob a forte emoção de ver a mulher ser assediada. “Trata-se de um pai de família que se viu na contingência de ter que reagir a um estupro que estava ocorrendo conta a mulher dele.

A mulher gritou por socorro. Ele arrombou a porta, e esse indivíduo estava em cima da mulher dele tentando estuprar essa mulher”, diz Cláudio Delladone. “Um homem que não demonstra nenhuma periculosidade, mas que agiu impelido por um motivo de relevante valor moral, social e sob domínio de violenta emoção”, acrescenta.

O corpo do jogador Daniel foi encontrado no último sábado, em uma plantação de pinos, em São José dos Pinhais. O local é famoso ponto de desova de corpos da região. Além dos sinais de tortura e dos ferimentos por faca na região do pescoço, ele teve o pênis decepado. O corpo do atleta foi sepultado ontem, em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais, onde mora sua família.

Comoção nacional: Preso, segurança confessa que matou a jovem Rayane e dá detalhes do crime

A polícia prendeu em Guararema, na noite desta terça-feira (30), Michel Flor da Silva, de 28 anos, pelo assassinato de Rayane Paulino Alves, de 16 anos.

Segundo a polícia, o segurança confessou que matou a jovem depois de ter oferecido uma carona para ela.

Para a polícia houve estupro, mas homem alega que relação sexual foi consensual e que depois a adolescente “surtou”.

Rayane ficou desaparecida por oito dias, depois de sair de uma rave em um sítio no limite entre Mogi das Cruzes e Guararema. O corpo dela foi encontrado no último domingo (28).

A jovem teria saído da festa e pegado carona com um motorista de aplicativo até a Rodoviária de Guararema.

Segundo a polícia, o motorista da primeira carona prestou depoimento e realmente deixou a adolescente no local, onde ela pegaria um ônibus para Mogi.

De acordo com o delegado Rubens José Ângelo, Michel estava trabalhando na rodoviária como segurança e disse à polícia que, ao ver Rayane sozinha, se ofereceu para levá-la até a casa dela.

“Michel confessa cabalmente a prática do crime. Ele diz que encontra Rayane no terminal rodoviário de Guararema e ela estava meio cambaleando. Em dado momento ela sentou em um banco naquela rodoviária”, disse o delegado. “Ele ofereceu uma carona, perguntou se ela estava bem. Ofereceu uma água e ela não aceitou. Ofereceu a jaqueta para ela se esquentar. Ela também não aceitou. Daí nesse momento ele oferece uma carona”, continua o delegado.

A jovem, porém, nunca chegou ao destino.

Segundo o delegado, no depoimento, Michel – que é capoeirista – afirmou que Rayane havia dito que queria curtir a noite e que ele propôs que fossem até uma balada, em Jacareí, e por isso mudaram o rumo. “Eu não acredito nessa versão. Eu acredito que ele já tenha levado ela para estuprá-la”, afirma Ângelo.

“Em dado momento, no km 170 da Dutra, ele para às margens da rodovia e ali, segundo ele, ele mantém a conjunção carnal com ela”, continua o delegado.

“Segundo a versão dele, que talvez seja isolada, ele disse que Rayane se arrependeu e teria dito o seguinte: ‘olha o que você fez comigo, você me estuprou! Meu pai é polícia, ele vai te matar’. É uma versão dada pelo Michel, que é isolada. E, neste momento, Rayane teria dado um chute nele. E ele, seguidamente, aplicou um golpe mata-leão no pescoço de Rayane porque ele é lutador de artes marciais, capoeira, há mais de 12 anos, e ela desfaleceu”, explica Ângelo.

Bolsonaro é o novo Presidente (10 milhões de votos de frente)

Imagem relacionada

99,94% das urnas apuradas em todo o Brasil para Presidente: Jair Bolsonaro PSL 55,14% dos votos válidos (57.780.490); Fernando Haddad PT 44,86% (47.010.689). Nulos 7,43%, Brancos 2,15%. Válidos 104.791.179 votos. O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), terá o apoio dos filhos políticos em três esferas distintas do Legislativo – Senado, Câmara dos Deputados e Câmara de Vereadores. Para o Senado, foi eleito Flávio pelo Rio de Janeiro, de 37 anos; para a Câmara dos Deputados foi reeleito por São Paulo, Eduardo, de 34, e na Câmara de Vereadores da capital fluminense, Carlos, de 35, cumpre seu quinto mandato. REGIÃO – Haddad (PT) conseguiu vencer em Itabuna neste segundo turno, após ter perdido em 7 de outubro. Neste domingo (28), Haddad obteve 51,31% dos votos válidos ante 48,69% de Bolsonaro. Haddad também venceu em Ilhéus: 59,87% a 40,13%. No sul da Bahia, Bolsonaro repetiu o primeiro turno e venceu em Buerarema, onde há rejeição ao PT por causa das disputas por terras envolvendo tupinambás e agricultores. Vitória por 55,26% a 44,74%. Em números absolutos, 4.698 a 3.803.

:: LEIA MAIS »