julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Brasil’

Auxílio Emergencial: Dataprev atualiza site para facilitar consulta do cadastro em análise

Agora é possível consultar o status do cadastro do auxílio emergencial pelo site da Dataprev. Este canal permite acompanhar todo o processo de análise dos dados desde o início. É só digitar os dados solicitados na tela inicial e clicar em Enviar. O sistema promete desafogar a alta procura pelo site e aplicativo do auxílio emergencial, além de ser uma forma do cidadão acompanhar o andamento do seu pedido com mais transparência.

CLIQUE AQUI, para acessar.

Para quem ainda está com o cadastro em análise, o sistema mostra qual etapa do processo em que ele se encontra. Já para quem teve o cadastro negado, a Dataprev informa quais foram os motivos que levaram a reprovação do pedido do auxílio emergencial. Já para os brasileiros que tiveram a solicitação do auxílio emergencial aprovado, é possível saber em qual fase está a liberação do pagamento.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Face

:: LEIA MAIS »

Tragédia: Cantor de 15 anos, do The Voice Kids, é assassinado em Pernambuco. VÍDEO

O cantor Arthur Almeida foi assassinado na tarde desta quarta-feira (30) em Jaboatão dos Guararapes, na região sul de Pernambuco. Mais conhecido como Tuca Almeida, o jovem de 15 anos ganhou relevância ao participar do “The Voice Kids”, da TV Globo, em 2018. Nascido em Belo Horizonte, ele morava em Pernambuco desde 2014 para viver junto com sua família materna.

Em seu perfil no Instagram, Tuca definia a mãe, Matilde Azevedo, como “a pessoa mais especial” de sua vida. Apesar de ter sido eliminado ainda na fase inicial do The Voice Kids, que consiste em audições sem que os jurados vejam quem está cantando, Tuca Almeida não desanimou. “Era um sonho desde os 7 anos”, revelou ele em entrevista ao jornal “Diário de Pernambuco” há dois anos. Relembre Arthur Almeida, no The Voice Kids:

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Sikêra Jr. está com pulmões comprometidos por causa do coronavírus, diz jornalista

 

Sikêra Jr., apresentador do ‘Alerta Nacional’ da RedeTV!, está com coronavírus. Segundo o radialista Ronaldo Tiradentes disse em seu programa de rádio no Amazonas, onde mora Sikêra, o apresentador está com os dois pulmões comprometidos por conta da covid-19.

O apresentador está afastado de seu programa, o ‘Alerta Nacional’, desde o último dia 22, quando passou mal ao vivo e precisou ser substituído às pressas por uma repórter da emissora.

Sikêra Jr. é bolsonarista convicto e adota a mesma postura do presidente ao minimizar o coronavírus e defender o fim do isolamento social. Ele já chegou a fazer piadas com a pandemia.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

 

Brasília em chamas: Sérgio Moro pede demissão acusando Bolsonaro de crime de responsabilidade

Em pronunciamento à imprensa na manhã desta sexta-feira 24, Sergio Moro apontou mais um crime de responsabilidade de Jair Bolsonaro, fortalecendo a abertura do caminho para seu impeachment. Segundo Moro, Bolsonaro quis trocar o comando da Polícia Federal para obter informações sigilosas de investigações ligadas à sua família.

“O presidente me relatou que queria ter uma indicação pessoal dele para ter informações pessoais. E isso não é função da PF”, denunciou Moro. “Isso não é função do presidente, ficar se comunicando com Brasília para obter informações que são sigilosas. Esse é um valor fundamental que temos que preservar dentro de um Estado democrático de Direito”, relatou, citando novamente o nome da ex-presidente Dilma Rousseff, sobre quem reconheceu ter dado autonomia à PF durante a Lava Jato.

“Temos que garantir a autonomia da Polícia Federal contra interferências políticas”, defendeu Moro. “Ele havia me garantido autonomia”, lembrou, sobre Bolsonaro. Moro disse ainda que “poderia ser alterado o diretor da Polícia Federal desde que houvesse uma causa consistente”, o que não era o caso. “Então realmente é algo que eu não posso concordar”, reforçou. Antes, Moro explicou que não era verdadeira a versão de que Maurício Valeixo, demitido da diretoria da PF, teria pedido para sair. “Há informações de que o Valeixo gostaria de sair, mas isso não é totalmente verdadeiro. O ápice da carreira de qualquer delegado é o comando da Polícia Federal. Depois de tantas pressões para que ele saísse, ele até manifestou a mim que seria melhor sair”, detalhou. “Vou começar a empacotar minhas coisas e dar sequência à minha carta de demissão”, concluiu, sendo fortemente aplaudido pelos jornalistas.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Covid-19: No Brasil, 43 shoppings foram reabertos, autorizados com restrições pelas prefeituras

Por causa da pandemia de coronavírus, muitos setores da economia vêm sofrendo baixas e as redes varejistas estão entre aquelas que mais estão sendo afetadas pela crise gerada pela pandemia. De acordo com a Abrasce, até o dia de 10 maio (Dia das Mães) mais da metade dos shoppings devem retornar as atividades, operando parcialmente, depois da publicação de decretos municipais e estaduais.

Segundo Glauco Humai, presidente da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), o setor de shoppings foi 100% atingido com a crise do coronavírus. Na semana passada, dos 577 estabelecimentos localizados nas 222 cidades do Brasil estavam fechados, seguindo as determinações dos decretos estaduais e municipais. Graças a suspensão de alguns decretos municipais e estaduais, o panorama está mudando no setor. Até ontem (22), foram 43 shoppings reabertos em 19 cidades do Brasil, conforme informou o Estadão.

Isso fará a reabertura acelerar nos próximos dias. Nesse sentido, a Abrasce vem debatendo um guia para reabertura a ser indicado aos lojistas, para evitar a propagação do coronavírus. Vale lembrar que apesar do Estado permitir a reabertura não significa que todas cidades reabrirão shoppings. Isso porque cada município tem autonomia para deliberar sobre o assunto.

Grandes varejistas reabrirão

Segundo o jornal Estadão, a Riachuelo reabrirá 6 lojas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais ainda nesta semana. Essas unidades correspondem por 2% das lojas da varejista no Brasil. De acordo com a Riachuelo, a reabertura será experimental e acontecerá apenas em municípios com folga na rede pública de saúde, com vagas em UTIs, respeitando os decretos municipais e estaduais.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Atenção: Auxílio emergencial de R$ 600 será liberado só no fim do mês para inscritos após dia 11

Imagem

A previsão é que todas as análises sejam feitas e encaminhadas de volta ao banco até a noite desta sexta-feira (24).

Quem se inscreveu para ter direito ao auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal e não recebeu ainda o pagamento pode demorar para ser contemplado com o benefício. Isso porque a Dataprev recebeu da Caixa Econômica Federal os cadastros concluídos entre os dias 11 e 17 de abril apenas no último sábado (dia 18). A previsão é que todas as análises sejam feitas e encaminhadas de volta ao banco até a noite desta sexta-feira (24).

Depois disso, a instituição ainda precisará de três dias úteis para processar o crédito. Ou seja, a previsão é que o pagamento só seja liberado a partir da quarta-feira da próxima semana, dia 29. A representante de bebidas Mika Matsuaka, de 53 anos, não vê a hora de receber os R$ 600 porque, com o comércio fechado, não consegue vender. — Estou usando o dinheiro que sobrou do mês passado apenas para comprar comida. Não paguei o condomínio, a luz, e ainda tranquei a faculdade que estava cursando. Segundo a Caixa, após preencher o formulário de inscrição, o cidadão deve aguardar o resultado da avaliação efetuada pela Dataprev, empresa do governo federal responsável por verificar se o trabalhador cumpre todas as exigências previstas na Lei 13.982, de 2 de abril de 2020.

Como será o pagamento

Se a família for beneficiária do Programa Bolsa Família receberá o auxílio de todos os membros elegíveis da família — até o limite de dois auxílios — por meio do cartão do programa ou por crédito em conta do banco.? Se o interessado estiver inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania, cumprir os critérios para receber o auxílio, mas não for beneficiário do Programa Bolsa Família, o pagamento será feito assim: crédito em poupança da Caixa; depósito em conta do Banco do Brasil; ou abertura automatica de uma conta poupança digital na Caixa (para o caso de pessoas desbancarizadas). // O Globo.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Urgente: Bolsonaro exonera diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, indicado por Sérgio Moro

Imagem

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Leite Valeixo, foi exonerado do cargo nesta sexta-feira (24). A exoneração ocorreu a pedido, segundo decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, e publicado no “Diário Oficial da União” desta sexta-feira (24).

Na quinta, Moro havia dito ao presidente que pediria demissão se Valeixo fosse demitido, segundo informaram as colunistas do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo, Andreia Sadi e Natuza Nery. Oficialmente, o Ministério da Justiça nega que Moro tenha chegado a pedir demissão. Questionado por apoiadores no fim da tarde, ao chegar à residência oficial do Palácio do Alvorada, Bolsonaro não respondeu. Não foi nomeado um substituto para o comando da PF.

Bolsonaro avisou a Moro que substituiria o diretor-geral da PF numa reunião às 9h de quinta-feira. Moro resistiu. Relatos obtidos pelo blog da jornalista do G1 e da TV Globo Andréia Sadi indicam que não houve uma justificativa clara apresentada para a troca. Segundo esses relatos, o problema para Bolsonaro não é Maurício Valeixo, e sim o próprio ministro. A intenção, segundo interlocutores, seria colocar na PF um nome próximo do presidente. O atual diretor-geral é visto como um “braço direito” de Sergio Moro na pasta. Com a troca, a avaliação é de que o sucessor não teria um perfil similar.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Crise em Brasília: Possível troca de comando da PF fez Moro ameaçar sair do Governo Bolsonaro

Imagem

Ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-juiz que comandou a Lava Jato é uma das reservas morais dentro do Governo Federal.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ameaçou deixar o cargo após o presidente Jair Bolsonaro comunicar que demitiria o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato. Valeixo está na mira do Palácio do Planalto por conta de investigações envolvendo alguns nomes do governo, incluindo Flavio Bolsonaro, filho mais velho do presidente.

Anunciado por Bolsonaro como “superministro”, Moro, assim como Paulo Guedes na pasta da Economia, recebeu carta branca do presidente para comandar o Ministério, além da promessa de uma futura vaga no Supremo Tribunal Federal. No entanto, nos últimos meses, o ministro, que é tido como ídolo por grande parte do eleitorado bolsonarista, tem sido escanteado em detrimento da chamada “ala ideológica” do governo. Ao saber da demissão de Valeixo, Moro ameaçou deixar o ministério. Bolsonaro recuou e tenta contornar a situação. O ministro da Justiça é a figura mais popular do governo, segundo as pesquisas.

Valeixo também pensa em pedir demissão

Valeixo comunicou nesta quinta-feira (23) a todos os superintendentes regionais da corporação nos Estados, que está cansado e que já conversou com o ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) sobre seu desejo de sair do comando. Ele disse a seus pares que o motivo de sua saída não tem relação com qualquer inquérito que eventualmente possa incomodar o presidente Jair Bolsonaro. Moro já conversou com o presidente Jair Bolsonaro e o sucessor de Valeixo está sendo escolhido. A conversa com Moro ocorreu no início do ano. Valeixo, amigo do ministro, demonstrou exaustão, reportando-se a um 2019 tenso na direção da corporação. Nesta quinta 23 Valeixo reuniu-se com os 27 superintendente regionais nos Estados por videoconferência. Também participaram os delegados federais que ocupam diretorias estratégicas da PF. Valeixo descartou com veemência que sua decisão é movida por pressões políticas. *Com informações da Agência Estado.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Covid-19: Visita familiar termina em tragédia. “Perdi meu marido e meu pai em dois dias”

Uma visita dos pais, em 12 de março, representou o início da fase mais difícil da vida da enfermeira Márcia Cristina dos Santos, de 50 anos. Os aposentados Adalgiza Gonçalves, de 80 anos, e Benedito dos Santos, 84, deixaram o pequeno município de Uraí (PR), onde moravam, e seguiram a Brasília para visitar a filha e o genro. A viagem havia sido marcada meses atrás. O plano inicial era que eles passassem algumas semanas na casa da filha na capital federal.

Márcia acompanhava sem muita preocupação as notícias sobre o novo coronavírus. Na data em que os pais dela chegaram, em todo o Brasil havia 77 casos confirmados pelo Ministério da Saúde, sendo apenas dois deles no Distrito Federal. Não havia nenhum registro de morte no país. Na época, não havia orientações de autoridades sobre isolamento social ou para que as pessoas evitassem viagens com destinos nacionais. “Até então, o vírus parecia uma situação distante. Pensava que fosse algo que logo passaria”, revela Márcia. Após os primeiros registros, o Brasil enfrentou um crescimento exponencial de casos de Sars-Cov-2, nome oficial do novo coronavírus. Até a quarta-feira (22/04), havia mais de 45,7 mil registros e 2,9 mil mortes. “Não acreditava que fosse chegar ao nível em que as coisas chegaram. Não estava acompanhando muito as notícias no começo, por isso não tinha a dimensão do problema”, diz Márcia, que há um ano deixou a profissão de enfermeira para abrir um ateliê de costura.

O marido dela, o sargento da Polícia Militar José Romildo Pereira, era mais preocupado com o novo coronavírus. Por trabalhar nas ruas, ele temia levar o vírus para casa. Desde os primeiros registros no país, ele passou a adotar medidas como a higienização constante das mãos e não tinha contato com a esposa antes de tomar banho, após retornar do serviço. A família tinha diversos planos para os próximos meses. Márcia e José, que estavam juntos havia 10 anos, desfrutavam da casa que haviam construído recentemente. Em abril, o policial entraria de férias. Até junho, ele deveria se aposentar, após 30 anos de trabalho na PM. Os planos, porém, foram tomados pelo novo coronavírus. No início de abril, Márcia perdeu o marido e o pai. Ela não conseguiu se despedir ou acompanhar o breve enterro deles, pois também foi diagnosticada com a Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. “Está sendo muito difícil. Ainda estou anestesiada, porque não parece verdade. A minha ficha ainda não caiu. Tudo isso aconteceu tão de repente”, diz à BBC News Brasil.

Os primeiros sintomas

Quatro dias após chegar a Brasília, Benedito apresentou dificuldades neurológicas — sintomas atribuídos ao novo coronavírus. “O meu pai começou a perder noção de dia e hora. Ele nunca tinha passado por isso. Eu e minha mãe estranhamos”, detalha. Com o passar dos dias, a situação se agravou. “Ele ficou muito diferente. Sempre foi uma pessoa ativa, mas estava muito cansado e esquecido. Depois, começou a ter febre”, relata Márcia. No mesmo período, José também apresentou problemas de saúde. “Ele teve febre e ficou muito cansado”, diz a viúva. O policial era diabético e tinha problemas pulmonares, em decorrência de complicações de saúde de anos atrás. Os parentes acreditaram que os dois pudessem estar com uma gripe forte. Os dias passaram e os sintomas pioraram. Em 22 de março, Márcia levou o marido ao hospital. “Ele foi diagnosticado com uma gripe alérgica”, relata. Desde os primeiros sintomas, o sargento se afastou do trabalho. O casal retornou para casa. No período, o crescimento exponencial de casos de Covid-19 no Brasil começou a chamar a atenção de Márcia e eles passaram a usar máscaras. Ela já considerava o coronavírus como uma ameaça real. O sargento continuou com febre alta, mesmo tomando os medicamentos recomendados após o atendimento médico.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Tristeza: Morre motociclista que colidiu com carro de passeio no Oeste da Bahia

Lamentavelmente a vítima de acidente de trânsito que aconteceu por volta das 17:00h desta segunda-feira (20), no bairro Sol Nascente não resistiu aos sérios ferimentos que envolveu TCE (Traumatismo cranioencefálico), e morreu no Hospital do Oeste onde estava internada na UTI.

Rosa Veronica Stoffels, 52 anos, nascida em Caibaté/RS, conduzia sua motocicleta Honda/Biz quando houve a colisão com um Jeep/Compass em um cruzamento das ruas Idalina Schwengber e a Vânia Aparecida no referido bairro ficando gravemente ferida. O óbito foi constatado nesta terça-feira (21), o corpo foi transferido do hospital para o necrotério do Departamento de Polícia Técnica para exame e depois liberado aos familiares para o sepultamento.

O acidente

O SAMU foi acionado para atender mais uma vítima de acidente no final da tarde desta segunda-feira (20), por volta das 17h em Luis Eduardo Magalhães. O acidente tipo colisão envolveu uma moto Honda/Biz e um veículo Jeep/Compass no cruzamento das ruas Idalina Schwengber e a Vânia Aparecida no bairro Sol Nascente. De acordo com informações colhidas no local, a motociclista trafegava pela rua Vânia Aparecida, quando houve a colisão com o carro Jeep Compass que trafegava pela rua Idalina Schwengber (preferencial) sentido Hiper Santo Antônio.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »