setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘Destaque2’

Absurdo: Golpe do Bolsa Família se espalha no WhatsApp: 600 mil brasileiros afetados

Ameaça induz usuários a instalarem apps maliciosos que podem roubar dados pessoais.

 Um novo golpe no WhatsApp usa o programa Bolsa Família, do Governo Federal, para enganar usuários. A ameaça antingiu mais 600 mil brasileiros em menos de 24 horas. De acordo com a equipe de segurança da PSafe, especializada em cibercrimes, o mecanismo é similar ao de outros golpes no mensageiro, como a falsa promoção de créditos para celular e a campanha que envolvia álbuns da Copa do Mundo.

O link malicioso tem como alvo beneficiários do Bolsa Família que ainda possuem o cartão do programa. A mensagem, que promete uma quantia em dinheiro, chama atenção pelos erros de português e pelo endereço na pré-visualização, que termina com o domínio “.gov.br“, utilizado pelo governo.

O número de vítimas identificado diz respeito apenas à quantidade de usuários do app de segurança DFNDR Security que foram impedidos de terem seus celulares infectados, o que sugere que muitas outras pessoas possam ter caído na armadilha.

Ao clicar no link da suposta ação do Bolsa Família, o usuário é levado a responder três perguntas. Em troca, há a promessa de recebimento do valor de R$ 954. As questões são: “Você possui o cartão bolsa família?”, “Você recebe todo mês?” e “Você conhece amigos ou parentes que recebe?”. Ao terminar o questionário, a vítima é encaminhada para uma página que solicita o compartilhamento do falso benefício com 10 amigos ou 10 grupos no WhatsApp.

Por fim, os hackers direcionam o usuário a fazer o download de aplicativos que, de acordo com a PSafe, podem infectar o celular e expor dados pessoais, como senhas e informações financeiras.

Como fugir de golpes no WhatsApp

Para evitar cair ou disseminar falsas promoções no WhatsApp, é importante checar a veracidade das mensagens recebidas antes de fazer algum tipo de cadastro ou repassá-las. Outra dica do especialista em segurança Emilio Simoni é utilizar soluções de antivírus que disponibilizem função de bloqueio anti-phishing. Confira algumas opções de antivírus para o seu celular.

Conquista: Perdeu algum documento? Saiba onde ele pode estar

Existem 74.912 documentos represados entre as 63 unidades do SAC no estado da Bahia. Esse número é fruto de um levantamento que corresponde a documentos acumulados nos postos entre outubro de 2017 e março de 2018. Para pegar os documentos o procedimento é simples. Basta comparecer na unidade SAC onde foi feita a solicitação e levar o protocolo de atendimento ou documento com foto.

A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) lidera o ranking com 32.010 documentos “esquecidos” pelos cidadãos baianos. Em seguida vem a Carteira de Identidade, que possui 25.465 unidades, e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), com 9.306. O abandono dos documentos nos postos gera problemas operacionais e custos para o Estado, por causa do armazenamento, além de prejuízo para os cidadãos, que pagaram pelo serviço.

Entre os 13 postos da capital e Região Metropolitana de Salvador (RMS), o Barra possui o maior montante de documentos represados (8.807), seguido pelo Paralela (4.848) e Comércio (4.304). Nas 21 unidades do interior da Bahia, o maior número de documentos represados cabe à Barreiras (4.488), em seguida Irecê (3.425), e por último Ilhéus, com 3.055 documentos. Já nos 29 Pontos SAC, o município de Luís Eduardo Magalhães lidera com 648 documentos represados, seguido por Inhambupe (589), e Itaberaba, com 441.

A gerente do SAC Barra, Elizete Borges, disse que a unidade possui CTPS acumuladas desde 2002, acarretando em problemas de armazenamento. “Nós tivemos que criar um espaço dentro da unidade para guardar as carteiras de trabalho, as identidades, habilitações, além de colocar funcionários para fazer a guarda, organizar e fazer entrega desses documentos. Isso gera prejuízos para o Estado porque não precisaríamos dessa estrutura e os funcionários poderiam estar realizando outras atividades”, explicou.

De acordo com a diretora Operacional da Superintendência de Atendimento ao Cidadão (SAC) da Secretaria da Administração (Saeb), Carla Santiago, a partir de 30 dias ele já é considerado como um documento represado. No caso de CTPS, o documento fica no posto até que o cidadão vá buscá-lo. A CNH é represada pelo seu tempo de validade, que são cinco anos. Já o RG, após seis meses, é incinerado.

Atualmente, o custo para tirar Carteira de Identidade é de R$ 36,25, e tempo máximo de entrega é de 15 dias úteis. Para renovar a CHN, o valor declarado pelo órgão é de R$ 159, sendo que o exame médico no valor de R$ 135 deve ser pago em clínica credenciada ao Detran. Para receber o documento na capital o prazo é de oito dias úteis, no interior depende da logística de malotes. A CTPS é gratuita e leva até 15 dias úteis para ficar pronta.

Emissão – São emitidas, mensalmente, uma média de 82 mil carteiras de identidade por toda a rede SAC. O segundo documento mais procurado na rede é a CNH, que responde pela emissão de 35,6 mil documentos todo mês. No SAC, a emissão da primeira e segunda vias da CTPS gera um total de 16,9 mil carteiras expedidas. O documento pode ser solicitado em 12 dos 13 postos fixos da capital e RMS, além das unidades fixas lotadas no interior.

No caso de CTPS, o cidadão que tiver sua carteira represada não poderá solicitar novo documento em nenhum outro local do Brasil. Para mais informações sobre os postos da Rede SAC na capital e interior, como endereços e horários de atendimento, basta acessar o site www.sac.ba.gov.br ou ligar para o 0800 071 5353 (telefone fixo) e 4020-5353 (telefone móvel). E ainda através do aplicativo SAC Mobile.

 

Minha Casa Minha Vida: MPF pede demolição de construções ilegais na Bahia

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) vem ajuizando ações civis pública com pedido liminar contra a Caixa Econômica Federal e as Prefeituras locais. O órgão requer que os acionados façam vistoria e procedam à demolição de construções ilegais, incluindo muros e “puxadinhos”, em imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida. Segundo informações apuradas pelo MPF, os conjuntos habitacionais, localizados em várias cidades da Bahia, incluindo a Região Sudoeste, tem muros e construções irregulares que atrapalham a iluminação natural e ventilação das moradias. Além dos puxadinhos, segundo o MPF, há desvio de finalidade em diversos imóveis, incluindo o repasse para terceiros e a construção irregular de bares e quitandas. Ainda segundo o MPF, “a Caixa tem o dever de fiscalizar o uso inadequado dos imóveis, que não podem ser alugados, vendidos ou utilizados para quaisquer fins l sejam residenciais.”

O ministério pontua, ainda que “a competência para fiscalizar o uso do solo também é das prefeituras, incluindo a demolição de obras ilegais”. O MPF requer à Justiça, que as prefeituras e a Caixa sejam obrigados a realizar vistorias nas moradias dos condomínios, adequando as casas ao padrão previsto no contrato e demolindo as construções irregulares. A justiça requer, ainda, os órgãos sejam obrigados a divulgar aos moradores a proibição de se alterar a finalidade original das moradias, com construções e outros estabelecimentos como bares ou venda do imóvel. Veja o vídeo em que a justiça concedeu liminar autorizando a Prefeitura de Camaçari e a Caixa, à derrubarem os muros.

Poções Festa do Divino 2018: Prefeitura anuncia Calcinha Preta e Cavaleiros do Forró

A Prefeitura Municipal de Poções, por meio da comissão da Festa do Divino, anunciou as duas primeiras atrações. A primeira atração é a banda de Forró Calcinha Preta. De acordo publicação no Diário Oficial a atração se apresentará na sexta-feira (18/05).

A segunda atração é a banda Cavaleiros do Forró, que se apresentará no sábado (19/05). Cada atração receberá o valor de: R$ 70.000,00 (setenta mil reais). Outras atrações serão divulgadas ao longo da semana.

:: LEIA MAIS »

Barra do Choça: Suspeito morre em confronto com a Rondesp

Por Volta das 17h desta terça-feira (03), as guarnições da RONDESP SUDOESTE, em apoio à delegacia territorial de Barra do Choça, para averiguar alguns indivíduos que circularam áudios na cidade ameaçando de morte policiais. Foram realizadas diligências na cidade e durante averiguação em uma casa,  policiais civis e da 79º Companhia Independente de Polícia Militar encontraram um indivíduo em posse de 03 armas de fogo e um simulacro.

Diante do fato e em apoio a guarnição da 79ºCipm e da delegacia de Barra do Choça, foi informado a localização de um dos possíveis indivíduos que estaria em posse de mais armas de fogo. Durante o cerco no local informado, o indivíduo ao avistar a guarnição da RONDESP SUDOESTE começou a efetuar disparos contra os militares, que revidaram a injusta agressão, baleando o indivíduo identificado como Rafael Silva Santos. O mesmo rapidamente foi socorrido porém não resistiu e veio a óbito.

Todo material apreendido foi apresentado na delegacia da cidade de Barra do Choça. Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz.

:: LEIA MAIS »

Vídeo: Pai coloca fogo em emergência de hospital após filho esperar duas horas por atendimento

Um homem é suspeito de ter colocado fogo no guichê de atendimento do Hospital Bruno Born, no município de Lajeado, no Rio Grande do Sul.

Imagens das câmeras de segurança mostram o momento em que o homem joga combustível em uma mesa e acende um fósforo. O fogo se espalha em questão de segundos e uma explosão é ouvida no local.

Segundo as testemunhas, o homem teria ido à unidade com a mulher e o filho. Após passar pela triagem, ficou determinado que a criança não apresentava sintomas que caracterizassem emergência e a família esperou cerca de duas horas pelo atendimento.

Um tempo depois, os três decidiram deixar o local sem atendimento e por volta de uma hora depois o homem voltou ao hospital usando um capacete. Segurando um facão, ele teria mandado que as pessoas saíssem do lugar, pois ele colocaria fogo no guichê.

O incêndio foi controlado com uso de extintores, no entanto, alguns funcionários e pacientes precisaram ficar em observação médica por terem inalado a fumaça. “Se configurou crime de incêndio doloso qualificado, por conta do local onde foi praticado.

Foi premeditado. Ainda que brevemente, o autor teve tempo de buscar combustível que deu início ao incêndio, de buscar um capacete para tentar esconder sua identidade, o que transforma o crime num fato mais grave”, explica o advogado responsável pelo caso, Juliano Stobbe.

De acordo com a polícia, o suspeito tem passagens pela polícia, uma delas por homicídio, na cidade de Caxias do Sul. Assista: :: LEIA MAIS »

Conquista: Novidade na Cidade, atacadão dos Pisos inaugura Home Center gerando 52 empregos

Fotos: Blog do Anderson

Inaugura às 8 horas da quinta-feira (5) a primeira loja Atacadão dos Pisos em Vitória da Conquista. O Home Center está instalado na Avenida Bartolomeu de Gusmão, no espaço onde funcionou a Comercial Ramos.Na manhã desta terça-feira (3) o blog esteve lá e antecipa algumas imagens desse espaço que terá além de material de construção utensílios para o lar.A princípio serão geradas 52 vagas de empregos diretos, mas esse número poderá chegar a 100 até o final do ano.

:: LEIA MAIS »

Conquista: Quatro são presos pela PF por fraudes no Cartório do 1º Ofício de Imóveis

A Polícia Federal cumpre quatro mandados de prisão na manhã desta terça-feira (3), na Operação Factum, que visa reprimir crimes de corrupção praticados no Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. São três mandados de prisão temporária e um de prisão preventiva. Também são oito mandados de busca e apreensão, além de medidas cautelares diversas, nas cidades de Vitória da Conquista e Salvador. Cinquenta e sete policiais federais participam da operação. Logo mais às 10h30, será oferecida uma coletiva de imprensa para esclarecimento dos detalhes desta operação.

Operação Factum

A Polícia Federal deflagra na manhã desta terça-feira, 03, a Operação Factum, que visa reprimir crimes de corrupção praticados no âmbito do Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas de Vitória da Conquista. Cinquenta e sete policiais federais cumprem quatro mandados de prisão, sendo uma preventiva e três temporárias; oito mandados de busca e apreensão; além de medidas cautelares diversas, nas cidades de Vitória da Conquista e Salvador.

“As investigações tiveram origem em 2016 quando houve o descumprimento, por parte do Titular do Cartório, de decisões oriundas da Justiça Federal e da Justiça do Trabalho. Caracterizado o prejuízo à União, em face desses descumprimentos, o Superior Tribunal de Justiça – STJ fixou a competência da Justiça Federal para o processamento do inquérito policial e das medidas cautelares correlatas. A partir disso foram feitas diligências que permitiram comprovar que o Titular do Cartório cobrava uma espécie de “taxa de agilização” para a realização de atos cartorários, tanto de particulares e como também de corretores de imóveis e despachantes”, informa a nota da polícia.

“Diante das provas colhidas, estima-se que essa prática vinha ocorrendo há mais de quinze anos. Além disso, ele mantinha trabalhando naquela serventia as suas filhas e ainda outras pessoas de sua confiança, sem qualquer vínculo formal com o Tribunal de Justiça da Bahia, com o intuito de controlar o funcionamento do Cartório de acordo com os seus interesses, não aceitando a presença no local de outros servidores do Tribunal de Justiça que ali foram lotados”, diz a nota enviada a nossa reportagem.

O nome da operação é referência a um dos significados da expressão “factum”, que, em latim, pode ser “escritura”, já que os crimes de corrupção ora investigados eram praticados sobretudo para agilizar o registro de escrituras. O titular do Cartório foi indiciado pela prática dos crimes de corrupção passiva (Art. 317, CP), associação criminosa (Art. 288, CP), tráfico de influência (Art. 332, CP), falsidade ideológica (Art. 299, CP) e uso de documento falso (Art. 304, CP). Os demais investigados pela prática dos crimes de corrupção passiva (Art. 317, CP), associação criminosa (Art. 288, CP) e corrupção ativa (Art. 333, CP). Para maiores informações será concedida uma entrevista coletiva às 10:00h na sede da Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista, situada na Avenida Juracy Magalhães, n. 3956, Bairro Felícia. Ascom-PF.VCA.

Conquista: PMVC ordena paralisação da obra do posto de combustíveis na saída para Itambé

A Secretaria de Infraestrutura determinou a paralisação da obra do posto na saída para Itambé, na BA-263. O posto terá que recuar e manter distância regulamentar. São 40 metros do eixo da pista- distância que merece ser confirmada pela Seinfra do Governo do Estado da Bahia. A Prefeitura já admite que o início da BA com destino a Ilhéus deverá nos próximos anos ser duplicada. Importante que o caminho seja desobstruído e preservado. Por meio do Decreto nº 18.518/2017, a Prefeitura instituiu, desde o dia 29 de março, uma Comissão Especial para análise da legalidade dos alvarás concedidos em 2015 e 2016, na administração passada.

Segundo apurado, a instalação de um posto de combustíveis, quase em cima do acostamento da BA-263, em frente a fábrica de calçados DASS, motivou a investigação da Prefeitura que poderá anular alvarás em desacordo com a legislação

Muitos postos ainda não deram início a construção de suas respectivas instalações o que facilitará a apuração da Comissão formada pelo Governo Municipal As faixas laterais de domínio e das áreas adjacentes às estradas e rodovias obedecerão às condições de segurança do trânsito estabelecidas pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via. Na foto pode ser observado que o posto está menos de 5 metros do acostamento da pista no início da estrada Conquista/Itambé. Com informações do Blog da Resenha Geral.

Dos 27 mil motoristas baianos que tiveram a CNH suspensa, 12 são deputados

Levantamento feito pela Coluna Satélite do Jornal Correio, aponta que entre os mais de 27 mil motoristas baianos que tiveram suas Carteiras Nacional de Habilitação cassadas pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran/BA), estão doze parlamentares, nove deputados estaduais e três federais.

A punição, que varia entre um e dois meses, foi adotada em razão dos motoristas terem acumulado mais de 20 pontos em multas.

Os deputados estaduais que estão com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensas e, portanto, sem permissão para dirigir, são Ângelo Mário Coronel de Azevedo Martins, do PSD (presidente da Assembleia Legislativa e pré-candidato a uma cadeira no Senado da República); Alan Eduardo Sanches dos Santos (DEM); Luiz Augusto Gordiano de Moraes (PP); Marcelino Antônio Martins Galo (PT); Maria Del Carmen Fidalgo Sanchez Puga (PT); Nelson Sousa Leal (PSL); Paulo Fernando Rangel de Lima (PT); Reinaldo Teixeira Braga (PR) e Roberto Carlos Almeida Leal (PDT).

Da bancada baiana na Câmara dos Deputados, tiveram suas Carteiras de Habilitação suspensas os deputados Luciano Fred Braga Penha (PRB), José Nunes Soares (PSD) e Roberto Pereira de Britto (PP).

De acordo com Detran, os motoristas estão sendo notificados pelos Correios e terão 30 dias para recorrer da decisão na Junta Administrativa de Infrações. Quem não realizar o procedimento, deverá entregar a Habilitação ao órgão, caso contrário poderá receber uma punição maior. O Código de Trânsito prevê detenção de seis meses a um ano em tais casos.

Os condutores que tiveram suas Carteiras de Habilitação suspensas, inclusive os parlamentares, deverão passar por um curso de reciclagem para voltar a ter o direito de dirigir.