agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Economia’

Conquista: “Batismo” do avião de Bolsonaro marcará inauguração do Aeroporto Glauber Rocha

Dois caminhões do Corpo de Bombeiros jogarão água no avião presidencial com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), e a sua comitiva. A foto abaixo mostra o ensaio na pista do Aeroporto Glauber Rocha em Vitória da Conquista. O avião presidencial já esteve em Conquista e trouxe a comitiva do presidente Bolsonaro. O voo que aconteceu nesta 6ª feira (19), serviu também como reconhecimento da nova pista com extensão de 2.100 metros.

Tradição aeronáutica

O batismo do avião/pista será para marcar o primeiro voo oficial na inauguração do Aeroporto Glauber Rocha. Este ato cerimonial é uma tradição aeronáutica que serve para celebrar algum fato marcante relacionado a aviação. O batismo acontecerá na própria pista de taxiamento do aeroporto. Quando o avião se aproximar, dois caminhões do Corpo de Bombeiros lançarão jatos de água para o alto, formando um grande arco de água. Ao passar por esse arco, o avião está oficialmente batizado na pista. // Blog de Resenha Geral.

Conquista: Economia regional dará um grande salto com chegada do Aeroporto Glauber Rocha

A Bahia ocupa o segundo lugar em número de aeroportos no país, de acordo com dados da Secretaria de Aviação Civil (SAC). O estado contabiliza cerca de 80 equipamentos, perdendo apenas para Minas Gerais. O desenvolvimento da aviação regional baiana fica ainda mais fortalecido com o início da operação, em julho de 2019, do novo Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista. A inauguração acontece no dia 23 de julho.

A obra do novo aeroporto, que teve investimento de R$ 106 milhões, foi executada integralmente pelo Governo da Bahia, com mais de R$ 31 milhões do orçamento da administração estadual. O equipamento também recebeu recursos do Governo Federal, assegurados em 2015 e repassados até o ano de 2018, quando foram transferidos os últimos valores ao Governo do Estado para conclusão das intervenções.

Números e crescimento econômico

O novo equipamento vai ter o dobro de capacidade do antigo aeroporto, podendo ampliar para sua movimentação para 500 mil passageiros até 2020. Outra novidade é que o Glauber Rocha também vai receber grandes aeronaves (Boeing 737-800) e minimizar as interferências climáticas nos pousos e decolagens por ter equipamentos mais avançados de navegação aérea.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

TV: Valber Carvalho deixa a Rede Bahia e se despede do público em seu último “Bahia Rural”

O apresentador do programa “Bahia Rural”, Valber Carvalho, encerrou neste domingo (30) a participação no programa dominical da Rede Bahia. Com um texto carregado de emoção, o jornalista agradeceu a Deus e a companhia dos telespectadores. No início do mês, a TV Bahia havia anunciado o fim do contrato do apresentador.

Segundo o Bahia Notícias, a emissora informou que o programa passaria a ter novo formato a partir do segundo semestre deste ano. Em maio, a Rede Bahia anunciou demissões e fechamentos de telejornais em emissoras do interior baiano.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Contas de luz ficam mais caras em julho com taxa extra das bandeiras tarifárias

Foto: Divulgação

Os brasileiros pagarão mais caro na conta de energia no mês de julho, conforme anunciado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (28). A bandeira tarifária de julho será amarela, o que significa uma cobrança extra de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Ao longo do mês de junho, esteve em vigor a bandeira verde. Neste patamar, não há cobrança extra nas contas de luz.

O sistema de bandeiras tarifárias varia de acordo com o custo de geração de energia. O objetivo é informar aos consumidores quando esse custo aumenta e permitir que eles reduzam o uso para evitar pagar uma conta de luz mais cara. Segundo informado pela Aneel, a mudança para a bandeira amarela se deu em virtude das previsões de chuvas abaixo da média na região onde estão as principais hidrelétricas do país durante mês de julho.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Região: Novo aeroporto de Conquista e policlínicas beneficiam o Sudoeste da Bahia

A região sudoeste da Bahia recebe grandes investimentos do Governo do Estado. Um exemplo é o Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, que já está concluído. Os equipamentos de auxílio à navegação aérea já foram instalados e a Via Bahia, concessionária da BR-116, está executando a obra da rotatória que também dará acesso ao aeroporto. Com o início da operação, a movimentação esperada é de 500 mil passageiros por ano até 2020.

Batizado em homenagem ao famoso cineasta conquistense, o Aeroporto Glauber Rocha poderá receber aeronaves do modelo Boeing 737-800, com capacidade para 138 passageiros. Foram investidos R$ 124 milhões na construção do equipamento.

Saúde

Na área da saúde, as policlínicas regionais em Jequié e Guanambi oferecem atendimento médico em até 18 especialidades, a exemplo de angiologista, endocrinologia, gastroenterologia, ginecologia, mastologia, oftalmologia, neuropediatria, ortopedia, pneumologia e reumatologia. Além de exames como colonoscopia, eletrocardiograma, endoscopia digestiva alta, ergometria, holter, mamografia, raio x, ressonância magnética com contraste e tomografia.

A policlínica em Guanambi beneficia cerca de 480 mil moradores de Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Feira da Mata, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi. Já a policlínica em Jequié atende pacientes de Aiquara, Apuarema, Barra do Rocha, Boa Nova, Brejões, Cravolândia, Dário Meira, Ibirataia, Ipiaú, Irajuba, Iramaia, Itagi, Itagibá, Itamari, Itaquara, Itiruçu, Jaguaquara, Jequié, Jitaúna, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Manoel Vitorino, Maracás, Nova Itarana, Planaltino, Santa Inês, Ubaitaba e Ubatã.

Outra policlínica está em construção em Vitória da Conquista. Com um investimento de R$ 22,6 milhões, a unidade deve ser inaugurada ainda em 2019. Ela atenderá a demanda de 648 mil moradores dos municípios de Anagé, Barra do Choça, Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Caatiba, Caetanos, Cândido Sales, Caraíbas, Condeúba, Cordeiros, Encruzilhada, Ibicuí, Iguaí Itambé, Itapetinga, Itarantim, Macarani, Maetinga, Maiquinique, Mirante, Nova Canaã, Piripá, Planalto, Poções, Presidente Jânio Quadros, Ribeira Do Largo, Tremendal e Vitória da Conquista. Ainda na região sudoeste, com o objetivo de fortalecer a agricultura familiar, o Governo do Estado entregou nove caminhões-baú para os municípios de Apuarema, Barra do Choça, Belo Campo, Cândido Sales, Encruzilhada, Ibiassucê e Tanhaçu. // Secom-BA.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Pobres são 70% dos que negociam dívida com bancos; alta renda representa 5%

Os brasileiros com renda inferior a três salários mínimos representaram 70% dos clientes bancários que renegociaram dívidas em dezembro de 2018, segundo o relatório de economia bancária do BC (Banco Central), que mostra o perfil dos devedores no país. Quem tem alta renda (acima de 10 salários mínimos) representou 5% dos devedores que renegociaram. Os números são de dezembro, mas foram divulgados só agora. A renegociação ocorre quando o cliente já tem parcelas em atrasos e a instituição financeira precisa oferecer vantagens aos devedores, como descontos no valor da dívida. Quando a pesquisa foi feita (dezembro de 2018) três salários mínimos representam R$ 2.862, e dez salários eram R$ 9.540. Em dezembro de 2018, 278 mil correntistas de bancos precisaram renegociar. Desse total, 178 mil tinham débitos inferiores a R$ 3.000. Naquele mês, R$ 2,9 bilhões foram renegociados com a oferta de vantagens aos clientes.

Valores maiores são de crédito imobiliário

Pelo menos 23% do total de valores renegociados diz respeito a clientes com renda inferior a três salários mínimos que financiaram imóveis com valores superiores a R$ 50 mil. Segundo o BC, essa realidade pode ser um reflexo da recessão econômica de 2015 e 2016. As pessoas comprometeram parte significativa da renda com parcelas, mas ficaram desempregado. O relatório também mostra que os clientes com dívidas no cartão de crédito são maioria entre entre os que renegociaram dívidas no período e chegaram a 28%, cerca de 77,8 mil pessoas. O BC informou que a maioria deles é de baixa renda e o saldo devedor é inferior a R$ 3.000.

Cartão de crédito é mais difícil de pagar

O BC declarou que os resultados das renegociações são positivos. Após 12 meses dos acordos, 51% dos clientes pagaram as dívidas ou estavam com as parcelas em dia. No caso das renegociações de dívidas com crédito imobiliário e cartão de crédito, os resultados foram distintos. Com imóveis, 84% dos clientes pagaram as parcelas ou tinham atrasados de até 90 dias. No cartão de crédito, apenas 48% haviam pago.  “A permanência dos tomadores na modalidade cartão de crédito é preocupante dado seu alto custo, que tende a levar ao aumento da inadimplência. Em dezembro de 2018, embora representasse 12% do saldo da carteira de crédito pessoa física, o cartão de crédito correspondia a 22% da carteira inadimplente”, informou o BC. Fonte: UOL/Econômia.

Fevereiro seguirá com bandeira tarifária verde

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem (25) que a bandeira tarifária para fevereiro de 2019 será a mesma de janeiro: verde, sem custo extra para os consumidores. Apesar da manutenção da bandeira verde, o mês de janeiro apresentou volume menor de chuvas que o esperado.

Em nota, a agência disse que, “mesmo com a elevação do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) provocada pela diminuição das chuvas em janeiro, a estação chuvosa está em curso, propiciando elevação gradativa da produção de energia pelas usinas hidrelétricas e melhora do nível dos reservatórios, com a consequente recuperação do risco hidrológico (GSF)”.

O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada, disse a Aneel.

Sistema
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2) está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. Na amarela há o acréscimo de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatts-hora). Na vermelha no patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3 a cada 100 kWh; no 2, o valor extra sobe para R$ 5.

Dicas de economia
Para evitar aumento significativo nas contas, a Aneel dá dicas para que os consumidores economizem energia. Entre elas a de, no caso do uso de chuveiros elétricos, se tomar banhos mais curtos e em temperatura morna ou fria.

A agência sugere também a diminuição no uso do ar condicionado e que, quando o aparelho for usado, que se evite deixar portas e janelas abertas, além de manter o filtro limpo. A Aneel sugere, ainda, que o consumidor tenha atenção para deixar a porta da geladeira aberta apenas o tempo que for necessário e que nunca se coloque alimentos quentes em seu interior.

Uma outra dica da Aneel para que o consumidor economize energia é a de juntar roupas para serem passadas de uma só vez e que não se deixe o ferro de passar ligado por muito tempo. Sugere também que, durante longos períodos de ausência, o consumidor evite deixar seus aparelhos em stand-by. Nesse caso, o mais indicado é retirá-los da tomada.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Aneel faz leilão de linhas de transmissão de energia para a Bahia e mais 12 estados

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) promove hoje (20/12), na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo, o leilão de transmissão Nº 4/2018 para a construção, operação e manutenção de 7.152 quilômetros (km) de linhas de transmissão e subestações, com capacidade de transformação de 14.819 mega-volt-amperes (MVA).

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, e os diretores da Aneel devem acompanhar o leilão, em São Paulo. Os empreendimentos estão localizados em 13 estados: Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

O leilão será dividido em 16 lotes, com investimento previsto da ordem de R$ 13,2 bilhões e geração de 28 mil empregos diretos. As instalações de transmissão deverão entrar em operação comercial no prazo de 48 a 60 meses, a partir da assinatura dos respectivos contratos de concessão.

Conquista: Preço da gasolina enfim cai nos postos da cidade e é encontrado por até R$ 4,59

Enfim, depois de muita decepção, o motorista conseguiu sentir uma redução no preço da gasolina em Vitória da Conquista. O Preço do combustível que chegou a bater a casa dos 5 reais em setembro deste ano, agora é encontrado por até R$ 4,59.

O preço da gasolina nas refinarias teve um reajuste neste final de semana para R$ 1,5585 por litro. O reajuste médio da Petrobras é de 1,60%. Esse é o segundo reajuste em dezembro. No dia 1º, o preço subiu para R$ 1,5339 e permaneceu neste patamar por quatro dias. Antes disso, estava por R$ 1,5007.

Nos dias 13 (R$ 2,2294) e 14 de setembro (R$ 2,2514), também houve elevação, mas depois ocorreram várias quedas consecutivas até o fim de novembro.

A política de preços da Petrobras para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras segue o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais dos produtos, acrescentando os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, entre outros.

Cerca de 7 milhões de pessoas foram vítimas de fraudes no Brasil no último ano, aponta SPC

Pelo menos 7,8 milhões de brasileiros foram vítimas de fraude nos últimos 12 meses de acordo com um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Os dados apontam que a maior parte das ocorrências (41%) está ligada à clonagem de cartões de crédito.

Entre os golpes mais comuns está o uso indevido do nome para contratação de empréstimos (12%), falsificação de documentos para abertura de crediário (10%) e pagamento de boletos falsos (10%), e há ainda pessoas que foram vítimas de clonagem de cartão de débito (7%), falsificação de cheque (7%) e clonagem da placa de veículo (7%).

O SPC aponta ainda que além dos prejuízos financeiros e constrangimento, o consumidor sofre com o tempo gasto para resolver os processos burocráticos para regularizar sua situação, como comprovar que não realizou compras indevidas ou resolver uma possível negativação do CPF.