dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Saúde’

Estoque de sangue cai na Bahia por causa de períodos chuvosos e Hemoba apela por voluntários

Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) registra redução nos estoques de bolsas de sangue no Estado. A baixa nos estoques se dá pela menor incidência de candidatos à doação em períodos chuvosos, situação observada anualmente pela instituição.

A Hemoba faz um apelo para que as pessoas compareçam aos postos de coleta para doar sangue e ajudar a manter a cobertura do serviço de transfusão nos hospitais e unidades de saúde do estado. Marinho Marques, diretor geral da Fundação, destaca a importante a presença regular dos voluntários.

“O sangue não pode ser fabricado e é insubstituível. Os pacientes que precisam, só conseguem graças à generosidade de quem doa. Nessa época do ano temos uma grande preocupação, pois com as chuvas e a incidência dos feriados, a tendência é diminuir os estoques”, explicou o médico.

A Hemoba possui 29 unidades de coleta distribuídas em todo o estado; destas, quatro são unidades móveis (Hemóveis) que percorrem o território baiano com o objetivo de se aproximar do doador e ampliar a cobertura do serviço. Os interessados em doar sangue devem ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal) e apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional. Além disso, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos, sendo necessário estar bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura.

Conquista: Motorista fica desacordado após colidir com outro veículo na BR-116, nos Imborés

Acidente ocorreu no final da noite deste domingo (6), próximo ao Posto Pé da Serra. Condutor foi socorrido pela ViaBahia.

Participe do nosso grupo no WhatsApp. Clique aqui!

Um acidente foi registrado no final da noite deste domingo (6), na rodovia Santos Dumont (BR-116), trecho do Distrito dos Imborés, em Vitória da Conquista, na saída para Planalto, em frente ao Posto Pé da Serra. Um carro de passeio, com placa de Conquista, colidiu com outro ao tentar uma ultrapassagem. Com o impacto, o motorista bateu com o rosto no para-brisa ficando desacordado. Não existem informações sobre o outro motorista envolvido. Outros condutores pararam e acionaram a ViaBahia, que enviou socorristas ao local. A vítima foi levada para o Hospital de Base. Relatos indicam que haviam outros ocupantes, fato que não foi confirmado. O estado de saúde do motorista permanece sob atualização.

Fonte: Vitória da Conquista Notícias

Demora no diagnóstico de câncer leva à mastectomia em 70% dos casos

Woman with a pink breast cancer awareness ribbon

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) alerta que em 70% dos casos de câncer de mama diagnosticados no país a mulher passa por uma mastectomia (remoção total da mama).

Participe do nosso grupo no WhatsApp. Clique aqui!

O principal motivo é que a doença é identificada em estágio avançado.

Para a sociedade, esse índice está ligado à dificuldade do diagnóstico precoce e demora ao acesso a consultas, exames, biópsia e tratamento. Pesquisas internacionais apontam que se o tumor é descoberto logo no início – com menos de 2 centímetros – as chances de cura podem chegar a 95%, conforme a sociedade.

“Isso é um problema muito ligado à questão econômica com dois problemas básicos: a disponibilidade dos recursos, dos exames, a qualidade dos equipamentos e dos resultados. A limitação do acesso é um problema muito sério no nosso país, as mulheres no SUS [Sistema Único de Saúde] passam por uma verdadeira ‘via crucis’ que é conseguir consulta num posto de saúde, conseguir um pedido de exame e depois realizá-lo. Com o diagnóstico tardio, a agressividade do tratamento é maior”, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Antônio Frasson.

Para Frasson, a queda na busca pelos exames está relacionada também ao fato de muitos brasileiros estarem sem emprego ou terem perdido a cobertura de plano de saúde.

“Quando a gente observa o número de mulheres que vem fazendo exames, esse número, em vez de aumentar, vem caindo. Isso é muito ligado à questão econômica, questão da falta de recursos, estamos falando isso no sistema público e no sistema privado. Com a crise, muita gente perdeu o acesso, o convênio”.

De acordo com o Ministério da Saúde, estados e municípios têm autonomia para organizar a rede de atendimento “e o tempo para realizar diagnóstico depende da organização e regulação desses serviços”. “Em 2017, foram realizados no SUS 4,04 milhões de mamografias de rastreamento, sendo 2,6 milhões na faixa etária prioritária preconizada pela Organização Mundial da Saúde, que são mulheres de 50 a 69 anos. Além disso, também houve aumento de 100% dos valores repassados para exames essenciais para o diagnóstico e para a decisão médica do tratamento dessa doença”. Conforme a pasta, o repasse de recursos federais para tratamento passou de R$ 2,2 bilhões em 2010 para R$ 4,6 bilhões em 2017.

Cirurgias menos invasivas

Com intuito de preservar as mamas, médicos têm adotado técnicas que permitem, por meio de um acesso pequeno (pela borda da aréola e mamilo ou pelo sulco mamário) fazer a retirada dos tumores, com menor risco de complicações e melhores resultados estéticos.

De acordo com o mastologista, incisões escondidas podem ser feitas na retirada total da mama ou quando é retirado somente o tumor com margem livre. Esse tipo de cirurgia evita que a mulher tenha o estigma de uma cirurgia radical, com cicatrizes no meio do seio.

“A pessoa faz cirurgia, e pode fazer radioterapia, quimioterapia ou hormonioterapia. A associação das múltiplas terapias faz com que um tratamento exclusivo seja menos utilizado e isso ajuda muito no avanço das técnicas cirúrgicas, fazendo com que o tratamento cirúrgico passe praticamente desapercebido”.

Durante a Jornada Brasileira de Oncoplástica, ocorrida em São Paulo no mês passado, profissionais da área focaram na qualificação de técnicas cirúrgicas de reconstrução mamária. “Durante o evento, especialistas internacionais e nacionais realizaram as cirurgias em um hospital e as imagens foram transmitidas ao vivo para uma plateia de médicos que puderam participar discutindo as melhores opções”, disse Frasson.

A dona de casa Ruth Pereira Waiteman foi uma das pacientes. Há dois anos, ela passou pela mastectomia da mama esquerda, em seguida, colocou a prótese, fez quimioterapia e radioterapia. Após a retirada, surgiram nódulos na mama direta, o que a levou a retirar a glândula mamária direita. A reconstrução das duas mamas, segundo ela, foi um presente de aniversário, ao ter sido feita no dia 20 de abril, quando completou 65 anos. “Fiz a reconstrução porque acho que ainda me sinto nova, sou ativa e isso fez muito bem. Não é totalmente pela estética, mas é pelo meu conforto e meu bem-estar. Sinto que fechei um ciclo, foi um presente”

Mulheres que comem muito fast food podem ter mais dificuldades em engravidar, diz pesquisa

Mulheres que comem fast food com regularidade e deixam de lado o consumo de frutas têm maior probabilidade de desenvolver dificuldades para engravidar, segundo um estudo recém-publicado no periódico “Human Reproduction”. A conclusão é de que uma dieta nutritiva aumenta a capacidade reprodutiva. Uma pesquisa com 5.598 mulheres identificou que as que se alimentam de fast food quatro ou mais vezes por semana tendiam a demorar quase um mês a mais para engravidar do que as que comiam raramente ou nunca. É importante ressaltar, porém, que o estudo tem limitações: foi baseado na lembrança do que as mulheres entrevistadas (de Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido e Irlanda) comeram antes de no mês anterior ao início de suas gestações dos primeiros filhos. Parteiras visitaram as entrevistadas entre a 14ª e a 16ª semanas de gravidez e perguntaram a elas a frequência com que comiam frutas, vegetais verdes e peixe – e também hambúrgueres, pizzas, frangos e batatas fritas e outras refeições de lanchonetes fast food.

Os pesquisadores descobriram que as mulheres que haviam comido fruta menos do que uma a três vezes em um mês levava, em média, um mês adicional para engravidar do que as que tinham o hábito de ingerir frutas três ou mais vezes por dia. Avaliando as chances de as mulheres não engravidarem no período de um ano, os pesquisadores identificaram que, na média geral, essa possibilidade era de 8% entre as entrevistadas. Mas essa porcentagem subia para 12% entre as mulheres que comiam poucas frutas e 16% das que consumiam fast food excessivamente (quatro ou mais vezes por semana). “Os resultados mostram que uma dieta de qualidade, com muitas frutas e mínimo consumo de fast food, melhora a fertilidade e reduz o tempo de se engravidar”, afirmou Claire Roberts, líder do estudo e professora da Universidade de Adelaide, na Austrália.

Conquista: caixão fechado guerra sangue violência, Homem executado a tiros no bairro Patagônia

Na noite desta terça-feira(01) por volta das 19hs , um jovem ainda não identificado, foi executado a tiros no bairro Patagônia em Vitória da Conquista e região Sudoeste da Bahia. Uma equipe do SAMU 192 esteve no local apenas para constatar o óbito. Guarnições da 78ª CIPM está no local para a preservação da cena do crime. Após levantamento cadavérico o corpo será encaminhado para o (DPT) Departamento de Polícia técnica. As investigações fica a cargo da delegacia de homicídio e proteção à pessoa. Autoria motivação do crime é desconhecida. A polícia civil investiga o crime.

:: LEIA MAIS »

Professor de Guanambi sofre infarto e morre dentro de sala de aula.

Jo%25C3%25A3o-Paulo-professor-696x928

Morreu na manhã desta segunda-feira (30), o professor guanambiense João Paulo Silva Alves, 35 anos. Segundo informações de familiares, João Paulo saiu de Guanambi por volta de 5h como de habitual para ir trabalhar em Espinosa, ao chegar na escola ele se sentiu mal dentro da sala de aula, colegas tentaram socorre-lo mas ele não resistiu.

Informações preliminares apontam que João Paulo sofreu um ataque cardíaco fulminante. Ele havia se casado há pouco mais de quatro meses e era professor de matemática da rede estadual de Minas Gerais e atuava na Escola Estadual Washington Xavier Mendes em Espinosa. João Paulo também ministrou aulas no IF Baiano – Campus Guanambi entre 2014 e 2015.

O corpo de João Paulo será transladado para velório e enterro em Guanambi. A previsão da chegada do corpo é para o início da tarde e o velório será na igreja do bairro Lagoinha. (Fonte e foto Site Agência Sertão)

Conquista: Moradora do bairro Cidade Modelo morre após infarto fulminante

Uma moradora do bairro Cidade Modelo, que a família preferiu não revelar o nome, morreu após infarto fulminante na noite deste sábado (29/04) após sofrer um ataque cardíaco fulminante, quando estava  curtindo seu momento que mais gostava  dançar forró. Uma equipe do SAMU 192  chegou a ser acionado por funcionários do espaço de eventos, mas a mulher não resistiu e veio a óbito. Que Deus, na sua infinita bondade, possa amparar a família e amigos  e os conforte nesse momento de grande dor. Fonte: Blog do Ricardo Nolasco.

:: LEIA MAIS »

Cresce o acesso das pessoas com deficiência no ensino superior

Quase seis anos depois da lei que instituiu as cotas nas universidades e institutos federais do país para estudantes de escolas públicas, de baixa renda, negros, pardos e indígenas, um novo grupo será contemplado. Segundo a nova lei, as pessoas com deficiência também devem ser inseridas no universo de vagas destinadas as cotas.

De acordo com o Ministério da Educação, as novas regras já irão valer para o próximo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no segundo semestre. Anteriormente, a regulamentação já permitia que as universidades federais instituíssem reservas de vagas para pessoas com deficiência, mas isso era opcional.O Brasil tem mais de 45,6 milhões de brasileiros que possuem algum tipo de deficiência, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É um avanço, a preocupação das universidades em incluir esses alunos. E a cada ano, as instituições de ensino procuram remover os obstáculos que podem desestimular, dificultar ou até mesmo impedir os portadores de necessidades especiais a seguir com os estudos.

Para garantir o acesso, condições de permanência e integração dos alunos com deficiência à vida acadêmica, instituições privadas, como a Unijorge, parceira do Educa Mais Brasil, instituíram Núcleos de Acessibilidade. O objetivo é garantir um sistema educacional inclusivo em todos os níveis, sem discriminação e com base na igualdade de oportunidades para todos os alunos.

Embora tenha nascido com deficiência visual, o estudante Marcelo Cavalcante, 21 anos, nunca enxergou a sua deficiência como barreira. Além de estar cursando a faculdade de jornalismo na Unijorge, ainda possui um canal no Youtube, intitulado de “Futebol, paixão cega”. “Sofri um pouco de dificuldade na época do colégio. Sentia como se a escola nunca estivesse preparada para me receber. Todos os anos, parecia a minha primeira vez lá”, recorda. Leia mais AQUI.

Vídeo: Pai coloca fogo em emergência de hospital após filho esperar duas horas por atendimento

Um homem é suspeito de ter colocado fogo no guichê de atendimento do Hospital Bruno Born, no município de Lajeado, no Rio Grande do Sul.

Imagens das câmeras de segurança mostram o momento em que o homem joga combustível em uma mesa e acende um fósforo. O fogo se espalha em questão de segundos e uma explosão é ouvida no local.

Segundo as testemunhas, o homem teria ido à unidade com a mulher e o filho. Após passar pela triagem, ficou determinado que a criança não apresentava sintomas que caracterizassem emergência e a família esperou cerca de duas horas pelo atendimento.

Um tempo depois, os três decidiram deixar o local sem atendimento e por volta de uma hora depois o homem voltou ao hospital usando um capacete. Segurando um facão, ele teria mandado que as pessoas saíssem do lugar, pois ele colocaria fogo no guichê.

O incêndio foi controlado com uso de extintores, no entanto, alguns funcionários e pacientes precisaram ficar em observação médica por terem inalado a fumaça. “Se configurou crime de incêndio doloso qualificado, por conta do local onde foi praticado.

Foi premeditado. Ainda que brevemente, o autor teve tempo de buscar combustível que deu início ao incêndio, de buscar um capacete para tentar esconder sua identidade, o que transforma o crime num fato mais grave”, explica o advogado responsável pelo caso, Juliano Stobbe.

De acordo com a polícia, o suspeito tem passagens pela polícia, uma delas por homicídio, na cidade de Caxias do Sul. Assista: :: LEIA MAIS »

Conquista: Policlínica Regional de Saúde começa a ser construída ao lado do Hospital Geral

Fotos: Blog do Anderson

A Policlínica Regional de Saúde começou a ser construída em Vitória da Conquista. No final da tarde desta terça-feira (3) os tratores realizavam a limpeza do terreno, localizado na Avenida Deputado Ulisses Guimarães, ao lado do Hospital Geral de Vitória da Conquista. “É mais um compromisso do governador Rui Costa com Vitória da Conquista e toda uma região que vai além da prestação dos serviços da atenção básica.Um importante equipamento que vai atender o público com qualidade e rapidez como já vem fazendo em outras regiões e que representa mais um avanço para a saúde pública da Bahia”, afirmou o deputado José Raimundo Fontes. Na sexta-feira (3) o governador Rui Costa estará na Capital do Sudoeste Baiano assinando a ordem de serviço.Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região de Vitória da Conquista é formado por Anagé, Barra do Choça, Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Caatiba, Caetanos, Cândido Sales, Caraíbas, Condeúba, Cordeiros, Encruzilhada, Ibicuí, Iguaí, Itambé, Itapetinga, Itarantim, Macarani, Maetinga, Maiquinique, Mirante, Nova Canaã, Piripá, Planalto, Poções, Presidente Jânio Quadros, Ribeirão do Largo, Tremedal e Vitória da Conquista.

:: LEIA MAIS »