O triste capítulo da novela da expulsão de famílias que ocuparam irregularmente uma área de preservação ambiental, que faz parte da Serra do PeriPeri, em Vitória da Conquista, após ordem da justiça, revelou nesta terça-feira (05) novos impasses que deixam a comunidade comovida.

Apesar de ocuparem irregularmente uma área proibida, segundo a prefeitura, apenas 11 famílias, das dezenas que ocupavam irregularmente a área atendem aos requisitos para receber assistência social. A prefeitura informou que essas famílias serão encaminhadas para abrigos institucionais.

Mas segundo os moradores, o abrigo que a prefeitura teria oferecido era um albergue. Sem aceitar essa alternativa, teve famílias que permaneceram no local e dormiram ao relento, apenas num colchão e lençóis, foi o que mostrou uma reportagem da TV Sudoeste exibida nesta terça.

A prefeitura disse, em nota enviada à TV, que duas famílias que estão em situação de vulnerabilidade foram encaminhadas para abrigos institucionais. Disse também que está analisando o caso de outras famílias para receber outros benefícios.