Morto com tiros na cabeça, Gustavo Gonçalves Silva tinha registradas várias passagens na polícia por crimes de homicídios, tráfico de drogas e outros crimes.

Em Itapetinga, sudoeste da Bahia, a polícia registrou uma ocorrência de homicídio na noite desta terça-feira (27), nas imediações do Residencial Cassiano Gonçalves, em que Gustavo Gonçalves Silva, vulgo (Fiozinho), com várias passagens na polícia por crimes de homicídios, tráfico de drogas e outros, foi executado a tiros em via pública, por autores ainda não identificados…

Moradores do referido residencial ouviram os estampidos e em seguida um silêncio, quando descobriram o corpo de Fiozinho sem vida no local. A CRPT (Coordenadoria Regional de Polícia Técnica) foi acionada e realizou perícia de local e remoção do corpo da vítima para o IML de Itapetinga, onde será submetido a necropsia e posteriormente liberado para a família providenciar velório e sepultamento…

Policiais militares da 8ª CIPM realizaram incursões nos Residenciais e bairros adjacentes com intuito de localizar e prender os autores, sem contudo, obter êxito na diligência… A Divisão de Homicídios da 21ª COORPIN de Itapetinga assumiu as investigações e trabalha para definir autoria. A polícia acredita que a morte tenha relação com o tráfico de drogas. Itapetinga na Mídia.